Ídris, que em outubro regressou ao Sporting da Covilhã, rescindiu com o clube da II Liga de futebol, adiantou o médio defensivo à agência Lusa.

"Saí esta semana. Já não faço parte do plantel do Sporting da Covilhã. O presidente falou comigo para ir para o clube ajudar. Não estava a ser opção, parece-me que o ‘mister’ não estava a contar comigo e chegámos a acordo", disse o médio senegalês, em declarações à agência Lusa.

Desde o regresso aos ‘leões da serra’, o jogador alinhou apenas em três partidas, duas a contar para o campeonato e uma da Taça de Portugal.

O médio defensivo, que no domingo completou 36 anos, refere terem existido contactos, mas ainda não tem o futuro definido.

"Houve alguns contactos, mas ainda não está nada decidido. Vou aguardar até conversar com o meu empresário", acrescenta Ídris Mandiang, que durante seis temporadas representou o Boavista, onde foi capitão da equipa.

Mandiang, naturalizado português, vestiu a camisola serrana na temporada 2011/2012, clube onde chegou proveniente do Sertanense.

O médio rumou depois ao Arouca e passou pelo Moreirense, até chegar aos ‘axadrezados’.

Ídris conta ainda com passagens pelo Águeda e pelo clube espanhol Granollers.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.