Derrotado no seu jogo de estreia como treaindor principal, no arranque da I Liga, na receção ao Belenenses SAD, Tiago Mendes, treinador do V.Guimarães, lamentou que a sua equipa não tenha sido mais eficaz no capítulo da concretização.

"Custou-nos entrar no jogo. Acho que nos primeiros quinze minutos não encontrávamos a maneira de pressionar o Belenenses. A partir daí fomos competentes, tivemos o jogo controlado e até criámos ocasiões mas não fomos eficazes. Na segunda parte sofremos um golo de bola parada, o que trouxe ansiedade à equipa. Continuamos a tentar mas não fomos eficazes", começou por afirmar.

Sobre os próximos jogos, o técnico admitiu que tem ainda muito trabalho pela frente. "Isto é um processo, uma equipa jovem, chegaram jogadores novos, não é de um dia para o outro que as coisas se fazem. Hoje o Belenenses jogou com uma linha de cinco a defender e mais dois à frente. Faltou ser eficaz. Temos de ser eficazes e crescer nos pequenos detalhes porque é nos pequenos detalhes que se faz a diferença", relembrou.

Tiago abordou ainda a atuação de Ricardo Quaresma. "O Quaresma é aquilo que conhecemos. Entrou bem, pediu bola, quis e tirou muitos cruzamentos. Demonstrou que está aí para ajudar", sublinhou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.