Depois do triunfo por 1-0 no terreno do Santa Clara, alcançada entre dois jogos europeus do FC Porto para a Liga dos Campeões, Sérgio Conceição apontou o dedo à "densidade competitiva" do atual calendário que os 'dragões' têm vindo a enfrentar.

"A nossa prioridade é o campeonato, por isso jogou o onze que estava melhor. Se escolhesse outros de certeza que também dariam uma resposta positiva. Estamos na Liga dos Campeões porque vencemos o campeonato e entrámos direto na fase de grupos, o que é fantástico", afirmou Sérgio Conceição.

O técnico dos 'dragões' sublinhou que, cumprido o objetivo nos Açores, estava já a pensar no próximo jogo, em casa, com o City. "Agora é já a preparar o próximo jogo, na terça-feira. Não há tempo para descansar, há que jogar. Queremos estar em todas as competições, mas temos que olhar para isto de outra forma, os jogadores não são máquinas", alertou Sérgio Conceição

Sobre a forma como a sua equipa bateu o Santa Clara, Sérgio Conceição sublinhou as dificuldades causadas pelo vento e pelo relvado molhado, destacando o espírito demonstrado pelos seus jogadores.

"O Santa Clara é sempre uma equipa competitiva, no seu estádio ainda mais complica a vida das outras equipas. Era preciso apelar ao espírito de sacrifício e à boa organização, não deixar que o adversário se aproximasse do nosso terço defensivo com perigo. Tivemos algumas ocasiões em que fomos perigosos, com cruzamentos que podíamos ter feito o segundo golo e acabado com o jogo. Os jogadores merecem os parabéns por tudo aquilo que foi o contexto deste jogo", terminou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.