Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, após a goleada imposta sobre o Moreirense, por 6-1, em declarações à Sport TV.

O jogo: "Acho que o jogo era contra um equipa tranquila na tabela, que tem feito um excelente campeonato, que tinha perdido uma vez nos últimos 14 jogos, sabíamos as dificuldades que íamos encontrar. Era preciso um FC Porto com o espírito que teve com o Sporting, só assim é que conseguiríamos divertir o jogo, gerir o jogo como queríamos. Entramos bem no jogo, depois na primeira parte, com bola a equipa teve momentos interessantes, sem bola muito mal. Acho que isso fez a diferença entre a 1.ª e a 2.ª parte. (...) Depois, naturalmente com a qualidade que temos e também com um bom espírito que existe neste momento pelo campeonato conquistado conseguimos chegar a estes números"

Titularidade de Diogo Costa: "Nós tínhamos este jogo para preparar, preparei-o desta forma, dando minutos ao Diogo porque têm trabalhado na sombra e para que os jogadores que são mais utilizados estejam num nível alto é preciso um grande trabalho dos menos utilizados. Eu acho que dou tanta ou mais importância a esses jogadores, os que jogam não precisam de tanta moral, não precisam de um palavra do treinador. Eu acho que um grupo competitivo tem a ver com esse respeito pelas escolhas do treinador porque só assim conseguimos ter gente que quando é chamada dá-o ao mais alto nível"

Felicitações de Veríssimo sensibilizam: "Obviamente que sim. Nélson Veríssimo, do Benfica, mas outros treinadores da Liga, muitos enviaram-me mensagens em privado a felicitar pelo título de campeão. Deixo o meu agradecimento não só a eles mas a todos os que me felicitaram e ao FC Porto",

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.