O Famalicão empatou frente ao Marítimo por 3-3, num jogo impróprio para cardiacos e perde o 5.º lugar para o Rio Ave. Zainadine, René e Erivaldo marcaram para os madeirenses, Fábio Martins, Roderick e Lameiras fizeram os golos dos famalicenses.

O Famalicão entrava em campo a precisar de vencer para garantir o 5.º lugar e o acesso à Liga Europa, mas o jogo não começou de feição para os objetivos dos famalicenses.

A equipa de João Pedro Sousa viu-se em desvantagem aos dois minutos, quando na sequência de um livre direto marcado por Zinadine, a bola desvia num adversário e acaba por enganar Vaná que viu as redes da sua baliza abanar logo no início do jogo.

O Famalicão respondeu e ficou muito perto do empate aos seis minutos, mas o potente remate de Pedro Gonçalves embateu com estrondo no poste.

Os famalicenses continuavam por cima do jogo, mas com pouca pontaria na altura da finalização. Exemplo disso foi o remate do Coly, aos 25', que passou a centímetros da barra, também graças ao toque de Abedzadeh.

O Marítimo ia mantendo a vantagem e à meia-hora de jogo ficou perto do segundo. Milson seguiu pelo corredor esquerdo até ao último terço quando passou para Nanu que, num remate colocado, obrigou Vaná a um boa intervenção.

O controlo do jogo continuava a ser dos visitantes, que alcançou o empate já nos descontos dos descontos.

Toni Martinez foi derrubado com falta por Zainadine e Tiago Martins marcou grande penalidade a favor dos famalicenses aos 47 minutos, decisão confirmada pelo VAR. Fábio Martins, chamado à conversão, nas desperdiçou e num remate colocado à malha lateral fez o empate aos 45+5'.

O empate ao cair do pano da 1.ª parte dava outra motivação ao Famalicão que continuava a precisar da vitória para garantir o 5.º lugar, uma vez que o Rio Ave ia vencendo o Boavista por 1-0.

O problema foi que a motivação dada pelo golo do empate sofreu um forte revés quando, tal como na primeira parte, o Marítimo começou o segundo tempo a marcar.

Livre marcado por Bebeto, que colocou a bola na área para o cabeceamento de René, que aos 47 minutos assinou o seu primeiro golo da temporada, deixando o jogador dos madeirenses visivelmente emocionado.

Tal como na primeira parte, o Famalicão voltava a ficar em desvantagem e de novo controlava o ritmo da partida, em conseguir finalizar devidamente.

Aos 61 minutos, Pedro Gonçalves esteve perto de assinar o empate, mas viu o seu remate sair a rasar o poste da baliza de Abedzadeh.

Perto do minuto 90 e já com o Rio Ave a vencer por dois no Bessa, o Famalicão relançou a luta europeia, quando Roderick, aos 87', cabeceou para o 2-2 na Madeira.

Lameiras colocou o Famalicão em vantagem, três minutos depois, aos 91', e deixou o 'Fama' na posição europeia.

Mas o final do jogo, impróprio para cardíacos e para quem escreve crónicas de jogo, reservava mais um golo, que voltou a colocar o Famalicão fora da Europa, quando Edivaldo recolocou o empate no marcador aos 90+5'.

Até ao apito final houve luta, mas o resultado não mexeu, e o Famalicão perde o 5.º lugar na última jornada. O Marítimo termina a época em 11.º lugar, com os mesmos pontos que Boavista e Paços de Ferreira.

Veja o resumo da partida

*artigo atualizado às 22h15

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.