O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, à saída da audiência com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa comentou a  data das eleições presidenciais no FC Porto, marcadas para 06 e 07 de junho, que levantou algumas críticas por parte dos restantes candidatos, Nuno Lobo e José Fernando Rio.

"Não concordo nem tenho de concordar, o presidente da mesa da assembleia geral é que tem de decidir isso, marcou-as para esses dias, não interessa se concordo ou não. Receio de menos participação?", disse.

Sobre a audiência com Marcelo Rebelo de Sousa, à qual se fez acompanhar pelo diretor-geral do Porto Canal, Júlio Magalhães, Pinto da Costa explicou que as preocupações da estação televisiva portuense são semelhantes às dos restantes órgãos de comunicação social, como a quebra da publicidade, reforçando ser “fundamental a necessidade de manter” os cerca de 80 funcionários.

“Naturalmente que uma estação de televisão generalista sediada no Porto tem mais dificuldades, mas ficámos muito satisfeitos pelo conhecimento que o senhor Presidente tem do Porto Canal. Fiquei realmente sensibilizado com isso e com o interesse que mostrou”, contou.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de COVID-19 já provocou mais de 283 mil mortos e infetou mais de 4,1 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Quase 1,4 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.144 pessoas das 27.679 confirmadas como infetadas, e há 2.549 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.