Declarações de Pepa, após o jogo Paços de Ferreira-Benfica, que terminou com a vitória dos encarnados (2-0), da 18.ª jornada da I Liga de futebol.

Pepa (treinador do Paços de Ferreira): "Faltou-nos, sobretudo, agressividade no último terço. Conseguimos ter bola, discutimos o jogo pelo jogo, mas faltou-nos ferir mais o Benfica, em roturas e diagonais, e no último passe ficámos aquém.

Estávamos bem na organização defensiva, mas tivemos algumas dificuldades nas transições, e sabíamos que o Benfica era forte nas transições. Curiosamente, o primeiro golo nasce de uma bola parada em que Rúben (Dias) faz um passe vertical para o Rafa e onde veio ao de cima a enorme qualidade do Rafa.

Na segunda parte, a equipa expôs-se mais e, em dois ou três toques, a bola cruza a área e dá o segundo golo.

Arrisco-me a dizer que o Paços fez um bom jogo, batemo-nos com tudo, mas do outro lado estava o Benfica, neste momento a melhor equipa em Portugal".

O Benfica venceu hoje por 2-0 na deslocação ao Paços de Ferreira, em jogo da 18.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, e aumentou para 18 o número de triunfos consecutivos fora de casa na competição. A equipa lisboeta, líder do campeonato, adiantou-se no marcador por intermédio de Rafa, aos 39 minutos, e o avançado brasileiro Carlos Vinicius aumentou a vantagem aos 47, com o Benfica a somar agora 51 pontos, mais 10 que o FC Porto, que apenas joga na terça-feira com o Gil Vicente.

Com o triunfo de hoje, o Benfica aumentou para 18 o número de vitórias seguidas fora de casa para o campeonato, enquanto o Paços de Ferreira, que não perdia desde a 13.ª jornada, mantém os mesmos 16 pontos, no 16.º lugar da I Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.