O Benfica recebe esta terça-feira, a partir das 21h30, o V.Guimarães, em partida da 32.ª jornada da I Liga em que só um triunfo da 'águias' impede que o FC Porto se sagre, desde logo, matematicamente campeão nacional. O treinador interino dos 'encarnados', Nelson Veríssimo, falou desse facto na antevisão do encontro com os vimaranenses.

FC Porto sagra-se campeão caso o Benfica não ganhe: "O nosso foco, tendo consciência de como a situação está, é o nosso jogo. Tudo o que possa vir a seguir, ou paralelamente, tem de ficar à margem. Temos de focar-nos no que controlamos. Não há pressão acrescida. A pressão, aqui no Benfica, é sempre a mesma: entrar em campo para ganhar o próximo jogo. Tendo consciência da situação da classificação, o nosso objetivo tem de ser aquilo que nós controlamos, que é o jogo com o Vitória".

Reação do plantel após o empate com o Famalicão: "Temos de ir à procura do jogo, à procura do resultado, e fazer golos para ganhar. O plantel está a reagir com um sentimento de revolta face ao empate de Famalicão, porque existiu insatisfação face ao resultado que obtivemos mediante o que jogámos. Mas o futebol é isso...as bolas que entram ou não entram".

O que espera do Vitória de Guimarães: "Esperamos um Vitória organizado e com vontade de ter bola. Mas também podem esperar uma equipa em busca da vitória, de fazer golos e ganhar. "

Se a questão do título ficar resolvida, foco passará para a Taça?: "Ainda é muito cedo para falar sobre a final da Taça com o Porto. Seria um desrespeito para com o Aves e o Sporting, que ainda vamos enfrentar entre o Guimarães e essa final".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.