O Gil Vicente bateu o Tondela por 3-2 em casa e afundou a equipa beirã na tabela, que agora soma os mesmos 30 pontos que Vitória de Setúbal, penúltimo classificado, e Portimonense.

No final do encontro, o treinador do Tondela Natxo González analisou a derrota.

"Sim, demos uma hora de avanço ao Gil Vicente. É uma equipa sem pressão, com boa dinâmica, contra um Tondela a necessitar de ponto e não estivemos bem. Entramos com medo e quando demos conta já perdíamos 3-0. Ainda recuperámos, mas já não fomos a tempo", lamentou.

"Só depois de estarmos a perder é que nos libertamos e procuramos o resultado, mas já perdíamos por três e isso não pode acontecer. Ao fim de 32 jornadas, este tipo de coisa não pode acontecer, ainda se fosse à segunda ronda, havia desculpa", acrescentou.

Natxo González admitiu ainda que a luta pela permanência na primeira divisão é normal. "Não me surpreende esta luta final pela manutenção. Estamos aqui para lutar nestes dois últimos jogos, muito difíceis, e temos de somar o número de pontos suficientes para nos manter. Tenho de me manter positivo, pelo menos na forma de pensar, algo que por dentro… é melhor nem falar disso", rematou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.