Shoya Nakajima partiu para o seu país natal onde irá gozar alguns dias de férias. O jornal 'O Jogo' adianta que o extremo japonês recebeu garantias que terá nova oportunidade para resgatar a confiança de Sérgio Conceição, depois de no final da época passada, após o regresso da I Liga, ter-se auto-excluído do grupo, com medo do novo coronavírus.

O médio é uma das preocupações dos adeptos portistas, que querem saber como se sente, mas também do selecionador do Japão, por causa da falta de jogos e ritmo competitivo de Nakajima.

"Estou convencido de que continuará a jogar e a brilhar como jogador. Espero que ele encontre o ambiente necessário para isso", desejou o selecionador Hajime Moriyasu, em declarações ao 'Tokyo Sports' ainda em julho.

O tempo que esteve parado, sem competição, não foi bom para nenhuma das partes. Sérgio Conceição ficou sem uma boa opção ofensiva, o jogador não jogou, esteve a treinar a parte do grupo e não participou na festa de campeão.

O FC Porto também está preocupado com a situação do jogador, já que, parado, não rende nem em campo nem fora dele. De acordo com o 'Transfermarkt', Shoya Nakajima desvalorizou 13 milhões de euros em apenas um ano: passou de 25 milhões de euros como valor de mercado para 12 ME. Deixou de ser o japonês com melhor valor de mercado para ser 3.º atrás de Takehiro Tomiyasu (Bologna), que vale 13,5 ME. Takefusa Kubo (cedido pelo Real Madrid ao Villarreal) está avaliado em 30 ME, após uma boa época no Maiorca, de Espanha.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.