Determinado a potenciar ainda mais o futebol de formação e os escalões jovens, cuja aposta tem sido evidente dede a chegada do técnico Rúben Amorim, com a promoção de vários jogadores ainda em idade de júnior diretamente para o plantel principal, o Sporting vai voltar a reforçar a sua estrura no que a esta questão diz respeito com a chegada de um novo coordenador de recrutamento para a área da formação.

Segundo avança esta quinta-feira o jornal 'Record', esse novo elemento virá do FC Porto e trata-se de Carlos Tavares deixou o scouting dos dragões e que passará a ficar assim ligado à estrutura central da Academia de Alcochete, a qual tem sofido várias mexidas desde que Frederico Varandas assumiu, em 2018, a presidência dos 'leões'.

Carlos Tavares vai, ainda de acordo com o 'Record', deixar o FC Porto ao fim de 6 anos de ligação, tendo nos azuis e brancos liderado o departamento de scouting juvenil entre agosto de 2014 e novembro de 2020. Um papel semelhante ao que desempenhará nos 'verdes e brancos', no setor do recrutamento.

Esta alteração, acrescenta a mesma publicação, enquadra-se no plano traçado pela direção leonina para potenciar aquela que é há muito vista como uma das principais mais valias do clube de Alvalade e na qual foram já várias as mudanças desde as últimas eleições. Tomaz Morais chegou para desempenhar o papel de diretor de formação interna e liderança e Paulo Gomes, que liderava o Polo do Estado Universitário de Lisboa, assumiu a direção da Academia. Pelo meio entraram também Miguel Quaresma, para o cargo de diretor técnico, e Raul José, para coordenador do scouting profissional, mas ambos já saíram. Também para o departamento de scouting entrou José Guilherme Chieira, tal como Carlos Tavares com ligação passada ao FC Porto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.