O Famalicão foi até Setúbal vencer o Vitória local por 2-1 e subir ao 5.º lugar da I Liga, com 52 pontos, ultrapassando dessa forma o Rio Ave. No final do encontro, o treinador do Vitória de Setúbal garantiu que não vai baixar os braços.

"No momento em que estamos não interessa muito falar em justiça. Mais importante é conseguir pontos e não conseguimos. Sinto que a equipa tem crescido nestes poucos dias. Tem-nos faltado um pouco de sorte. Temos tido alguns jogadores que não podem jogar por lesão e melhorámos nos sentidos de não discutir muito. A equipa trabalha cria, mas não fomos felizes", começou por dizer Lito Vidigal.

"Mas há seis pontos ainda em jogo e vamos acreditar e trabalhar muito, porque o nosso objetivo mantém-se bem definido. Nunca iria dizer que não ao Vitória. Sei que vai ser duro até ao fim, mas vamos trabalhar e acreditar até ao último segundo que vamos ficar na Liga", acrescentou.

O Vitória de Setúbal mantém-se no 16.º e penúltimo posto com 30 pontos mas pode ser apanhado pelo Portimonense, que tem 27. A equipa sadina somou a sexta derrota consecutiva e já não ganha há 14 jogos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.