Jorge Simão, treinador do Boavista, analisou a derrota da sua equipa frente ao Sporting.

Análise

"A vitória do Sporting é justa, mas acho que merecíamos um golo. Uma primeira parte que não foi boa, temos que reconhecer. Faltou-nos bola, faltou-nos respirar e associado a isso está o facto de não conseguirmos ser pressionantes sobre a bola. Abrimos muitos espaços, recuperámos a bola sempre em condições muito difíceis. Na 2.ª parte tivemos uma postura completamente diferente, procurámos o golo e depois acontece o 2.º golo, não serve de justificação, mas o golo nasce de uma falta, mas não me quero agarrar a isso. Depois surge o 3-0 o que acaba por fechar o jogo".

Saída do Idris na primeira parte

Foi por causa disso que tirei o Idris, não esperei pelo intervalo porque sentia a proximidade do segundo golo do Sporting e acho que é importante ter no jogo um jogador que conseguisse ter bola. Conseguimos fazê-lo. No segundo tempo entrámos mais agressivos, mais pressionantes, mas o terceiro golo deitou por terra qualquer esperança no resultado. Fica a boa imagem mas também a necessidade de refletir e melhorar aquilo que foi a 1.ª parte e é minha responsabilidade".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.