Depois de ter terminado a última temporada como titular indiscutível na defesa do Sporting e apontado como uma das grandes promessas do clube leonino, Eduardo Quaresma está a viver um início de temporada de 2020/21 bem menos fulgurante e distante do que aquilo que se esperava.

O jovem defesa central de 18 anos começou por ser um dos jogadores do plantel atingido pela COVID-19 mesmo antes do arranque da época, o que o terá prejudicado, depois, na hierarquia das escolhas de Rúben Amorim para o setor defensivo dos 'leões'. Ainda não soma qualquer minuto pela equipa principal esta época, tendo apenas alinhado 90 minutos pela equipa B.

Assim, o empréstimo do jogador poderá ser uma opção em cima da mesa já para janeiro. Segundo o jornal 'O Jogo', a necessidade de conferir tempo de jogo numa idade tão importante para o jogador crescer e amadurecer levará a essa decisão, perante o facto de Rúben Amorim não estar agora a postar no atleta.

O técnico têm-se mantido fiel ao trio composto pelos experientes Luís Neto, Coates e Feddal, colocando depois outro jovem, Gonçalo Inácio, à frente de Eduardo Quaresma na hierarquia de centrais do plantel principal. Assim, Quaresma poderá rumar a outras paragens - sempre por empréstimo - em janeiro, com vista a potenciar o seu crescimento competitivo.

Na temporada passada, na qual se estreou pela equipa principal do Sporting, já sob as ordens de Amorim, Eduardo Quaresma disputou nove encontros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.