O FC Porto subiu provisoriamente ao segundo lugar da I Liga, ao vencer em casa o Tondela, por 4-3, num jogo que teve duas reviravoltas. Zaidu (04 minutos), Marega (36 e 48) e Taremi (56) marcaram os golos dos 'dragões', com Mario González (20 e 74) e Rafael Barbosa (33) a assinarem os tentos do conjunto beirão, que ainda não tem vitórias como visitante.

O FC Porto, que somou o terceiro triunfo consecutivo para o campeonato, passa a somar 19 pontos, estando a quatro do líder Sporting e com mais um do que SC Braga e Benfica, que têm menos um jogo. Já o Tondela segue na 14.ª posição, com oito pontos.

Diogo Leite e Jesús Corona deram lugar a Luís Díaz e Mehdi Taremi, com Sérgio Conceição a abandonar o esquema de três centrais utilizado no empate com o Manchester City. Já Pako Ayestarán lançou Niasse, Tiago Almeida, Jaume Grau e Mario González por troca com Joel Sousa, Jhon Murillo, Strkalj e Salvador Agre, a grande baixa nos beirões devido a castigo.

O FC Porto entrou fortíssimo no jogo, com a vantagem a chegar logo aos quatro minutos, num contra-ataque conduzido por Taremi. O iraniano serviu Otávio, que trabalhou bem na área e assistiu depois para o remate de primeira de Zaidu. Logo a seguir, Taremi aproveitou a saída de Niasse para oferecer o 2-0 a Marega, mas o remate cruzado do maliano saiu ao lado da baliza deserta.

O Tondela mostrava grandes dificuldades em entrar no jogo, mas conseguiu chegar ao empate na sequência de um erro do adversário: Sérgio Oliveira perdeu a bola a meio-campo, Rafael Barbosa lançou Mario González com um grande passe e o espanhol não falhou na cara de Marchesín.

Aos 26' Sérgio Oliveira voltou a perder a bola e Rafael Barbosa optou pelo remate longo, mas a bola saiu ao lado da baliza. O avançado do Tondela acabaria por ser o responsável pela cambalhota no marcador aos 33 minutos: Enzo Martínez subiu pela esquerda e cruzou rasteiro para o segundo poste, onde estava Rafael Barbosa, que atirou cruzado para o 2-1.

A reviravolta do Tondela durou apenas três minutos. Marega, numa segunda tentativa a um canto de Sérgio Oliveira, dominou na área, rodou e, à saída de Niasse, picou a bola para o fundo das redes, restabelecendo a igualdade no marcador.

O avançado maliano voltaria a fazer o gosto ao pé no arranque do segundo tempo. Belo pormenor de Sérgio Oliveira, a desmarcar Otávio com um toque de calcanhar, o brasileiro passou por Enzo Martínez e cruzou rasteiro para a área, onde apareceu Marega (49') a dominar e a finalizar.

O FC Porto voltava a entrar mais forte e chegou ao 4-2 num remate de primeira de Taremi (56'), após grande trabalho de Uribe na área. Depois foi a vez de Sérgio Oliveira ficar a centímetros do golo aos 57', voltando a desperdiçar nova ocasião aos 60', já em desequilíbrio, depois de combinar com Marega e Otávio.

Sérgio Conceição aproveitou o ascendente na partida para refrescar a equipa, lançando Nakajima, Evanilson e Fábio Vieira. Aos 74' o Tondela reentrou na discussão do resultado, com Mário González a antecipar-se a Sarr e a cabecear para o 4-3. O FC Porto sofria três golos em casa pela segunda vez nesta temporada - a primeira aconteceu na derrota com o Marítimo.

A equipa azul e branca ficou reduzida a dez nos minutos finais, após expulsão de Uribe, e ainda viu Khacef rematar ao ferro aos 90+5', mas conseguiu segurar os três pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.