O Benfica empatou (2-2) esta quinta-feira no Estádio Municipal de Chaves frente à equipa de Daniel Ramos, em encontro da sexta jornada da I Liga. Depois de uma hora de espera pelo inicio da partida, os jogadores entram em campo dispostos a dar tudo para sair do Estádio Municipal de Chaves com três pontos. Logo aos três minutos de jogo, Rafa inaugura o marcador e leva os adeptos 'encarnados' à loucura. No seguimento de uma recuperação de bola, Cervi percorre o campo pela esquerda e cruza para Rafa que finaliza sem hipótese para Ricardo.

Aos 9 minutos de jogo, a equipa da casa esteve muito perto de empatar a partida. Um erro da defesa do Benfica deixa Paulinho frente a frente com Odysseas Vlachodimos que não facilita e nega o golo ao jogador do Chaves.

Ainda antes do primeiro quarto de hora de jogo, e depois de perder o capitão Luisão, Jardel deixa o relvado lesionado e passa a braçadeira de capitão para André Almeida. O azar de uns é a sorte de outros e a lesão do defesa brasileiro leva à estreia de Conti com a camisola do Benfica.

 Após a saída do capitão dos 'encarnados', o Benfica baixa o rendimento e deixa que a equipa de Daniel Ramos cresça no jogo e chegue cada vez mais perto de Vlachodimos. Mas, foi sol de pouca dura e rapidamente o Benfica acorda para o jogo e recomeça a ronda à baliza dos flavienses.

Ao cair da primeira parte uma escorregadela de Ghazaryan dá livre para o Benfica. Grimaldo bate, mas a bola sai por cima da baliza sem perigo nenhum para o guarda-redes do Chaves. Ao intervalo o jogo está em aberto com posse de bola bastante repartida. O Benfica podia ter marcado mais, mas o Chaves teve também oportunidades de chegar ao empate.

Aos 59 minutos de jogo, Benfica ameaça o segundo golo, mas Ricardo nega o tento a Seferovic. Na sequência de um pontapé de canto, o jogador suiço ganha a bola num ressalto e remata para a defesa apertado do guarda-redes dos flavienses.

Pouco depois o azar voltou a bater à porta de Rui Vitória e desta vez foi Gabriel a sair do relvado lesionado para receber assistência médica e dá lugar a Gedson Fernandes. Aos 66 minutos a equipa do Chaves reclama penálti, mas o árbitro manda seguir. Um lance dividido entre Cervi e Paulinho na grande área provoca assobios nas bancadas da equipa da casa. João Capela recorre ao VAR, que nada assinala.

No minuto 75, Ghazaryan bate um livre direto e solta uma bomba para o fundo das redes de Vlachodimos. Está estabelecida a igualdade em Chaves.

Três minutos depois, Jonas volta a entrar em campo para dar alento aos adeptos benfiquistas, sai Pizzi. Aos 84 minutos, Rúben Dias passa para Seferovic que abre as pernas e deixa sobrar para Rafa. O avançado português de 25 anos não hesita e faz o segundo para o Benfica.

Ainda antes dos 90, Conti vê a estreia pelo Benfica ser amaldiçoada e é expulso com vermelho direto por uma entrada dura sobre João Teixeira. Quando as 'águias' já festejavam os três pontos, Ghazaryan salva mais uma vez o Chaves e remata para o empate. Está fixado o resultado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.