No próximo sábado pelas 19h00 é dado o apito inicial para o 8.º clássico no mês de agosto entre Benfica e FC Porto, a contar para a competição principal do futebol português.

Mas será que um clássico entre Benfica e FC Porto em agosto tem influência no desfecho do campeonato? Analisámos os últimos seis encontros em “época balnear” para descobrir. Destes clássicos de verão, apenas um se realizou no Estádio da Luz.

23/08/1981 – FC Porto 2-1 Benfica

A época da I Divisão de 1981/1982 abriu com clássico no estádio das antas.
O jogo que contou com nomes como Jaime Pacheco, Rodolfo Reis, Shéu ou Chalana em campo, chegou ao final dos 45 minutos com um empate a zeros. Na 2.ª parte o FC Porto marca dois golos em menos de cinco minutos (Romeu aos 55 e Jaime Pacheco aos 59), e a resposta do Benfica acabou por chegar apenas aos 87 minutos com um golo de Zoran Filipovic. No final os três pontos ficaram no norte.
Mas a história terminou de forma bastante diferente. O Sporting, que na primeira jornada tinha empatado a duas bolas com o Belenenses acabou a levantar o “caneco” com dois pontos de vantagem sobre o Benfica e três sobre o FC Porto.

25/08/1985 – FC Porto 2-0 Benfica

Em 1985 as Antas voltam a receber o primeiro jogo dos dois rivais no Campeonato Nacional da I Divisão.

A equipa portista que contava com Paulo Futre repete a vitória de 1981, desta vez por duas bolas a zero (Juary aos 4 minutos, Fernando Gomes aos 79). Os três pontos voltavam a ficar na cidade invicta.

FC Porto - Benfica: Os dez 'clássicos' inesquecíveis deste século
FC Porto - Benfica: Os dez 'clássicos' inesquecíveis deste século
Ver artigo

No final da época o FC Porto sagrou-se bicampeão com Artur Jorge nos comandos, com uma vantagem de dois pontos sobre o Benfica e três sobre o Sporting.

24/08/1986 – FC Porto 2-2 Benfica

Pelo segundo ano consecutivo, FC Porto e Benfica voltavam a defrontar-se no tiro de partida do campeonato, num jogo realizado no estádio 1.º de Maio, em Braga, por interdição do Estádio das Antas. No último jogo da época 1985/1986, os adeptos azuis-e-brancos tinham invadido o relvado para fazer a festa do título com os jogadores portistas. Este seria o primeiro clássico entre Benfica e FC Porto em terreno neutro.

Com um golo de Fernando Gomes aos 14 minutos, o FC Porto vai para o descanso com vantagem sobre o clube lisboeta. Na 2.ª parte Rui Águas marca pelo Benfica aos 54 minutos, nove minutos depois Juary põe os dragões novamente em vantagem, mas aos 86 minutos Chiquinho Carlos faz o segundo para as águias e os pontos acabam repartidos.

Em maio de 1987 e depois de dois anos com os dragões a serem campeões, o trofeu volta a ser levantado pelo Benfica, com dois pontos de vantagem sobre o FC Porto que nesta época acabou por vencer a Taça dos Campeões Europeus pela 1.ª vez depois de vencer o Bayern Munique por 2-1.

22/08/1993 – FC Porto 3-3 Benfica

Sete anos depois, novamente nas Antas os eternos rivais defrontam-se no primeiro jogo do campeonato 1993/1994.

RECORDE OS ÚLTIMOS CLÁSSICOS ENTRE BENFICA E FC PORTO NA LUZ

Com Vítor Baía na baliza, o FC Porto é o primeiro a marcar aos oito minutos por Vinha, mas Isaías (aos 25 minutos) e Rui Águas (aos 27) deixam a equipa da Luz em vantagem ao intervalo. O FC Porto empata aos 62 por Paulo Pereira com o Benfica a responder no minuto seguinte novamente por Isaías. Com uma grande penalidade aos 70 minutos, Paulo Pereira bisa e fixa o resultado em 3-3.

No final o Benfica acabou por ser campeão somando 54 pontos, mais dois pontos que o FC Porto.

19/8/2000 – FC Porto 2-0 Benfica

A Liga Portuguesa de 2000/2001 começa novamente com um clássico nas Antas. Desta vez, e depois dos últimos dois jogos “madrugadores” entre 'águias' e 'dragões' terem terminado em empate, o FC Porto levou a melhor sobre o Benfica com os dois golos a serem marcados ainda nos primeiros 45 minutos por Alenichev (aos 23) e Jorge Costa (aos 43).
Mas no final da época, e pondo fim a 55 anos da hegemonia dos três grandes como vencedores da liga, eis que surge o Boavista como campeão nacional com um ponto de vantagem sobre o FC Porto. Uma época abaixo das espectativas para o Benfica, que terminou no 6.º lugar a 23 pontos dos axadrezados.

30/8/2008 – Benfica 1-1 Porto

Em 2008, a Luz recebe pela primeira vez um clássico “madrugador”.
Na segunda jornada da liga, o FC Porto entra em vantagem aos dez minutos através de grande penalidade convertida por Lucho González.

Depois do intervalo, aos 56 minutos, Cardozo empata a partida fixando o marcador em 1-1, resultado que permaneceu até ao final dos 90 minutos.

O FC Porto acabou por ser tetracampeão com 70 pontos, deixando o Benfica a 11 pontos de distância, no 3.º posto.

Em seis clássicos 'madrugadores', cinco foram jogados a norte e apenas um em Lisboa. O FC Porto saiu vencedor em dois deles, o Benfica nunca logrou vencer, sendo que o empate o resultado mais registado nos clássicso de verão a contar para a Primeira Divisão (4). As épocas com clássicos em agosto revelaram assim um equilíbrio nos resultados finais com dois campeonatos para FC Porto e Benfica, e um para Sporting e Boavista, pelo que vencer o primeiro clássico em 'época balnear' nem sempre é sinónimo de festa no final.

Será que esta época o equilíbrio se manterá ou a balança cairá para um dos lados?

Acompanhe clássico Benfica-FC Porto no SAPO Desporto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.