O Conselho de Disciplina divulgou, nesta terça-feira, os castigos aplicados na sequência do embate entre Vitória de Guimarães e FC Porto, relativo à 16.ª jornada da Liga portuguesa. O encontro, recorde-se, ficou marcado pelos insultos racistas a Moussa Marega. Ao todo, os dois clubes vão pagar, por todos os incidentes ocorridos nesse encontro, mais de 27 mil euros.

O conjunto vimaranense foi punido com uma multa total que ascende aos 17.941 euros, mas apenas 714 euros dizem respeitos a cânticos insultuosos proferidos pelos seus adeptos. O Conselho de Disciplina confirmou, no entanto, a abertura de um processo disciplinar ao clube vimaranense devido a insultos racistas ao futebolista maliano do FC Porto Moussa Marega, o qual já tinha sido anunciado em 18 de fevereiro pela FPF.

Outra fatia da multa - 7.140 euros - prende-se com o arremesso de cadeiras ao jogador malianio no decorrer desse mesmo encontro.

De acordo com o relatório do árbitro, "ao minuto 16 da segunda parte foram arremessadas várias cadeiras [...] para o interior do retângulo de jogo". Foi nesse momento que se intensificaram os insultos racistas ao jogador do FC Porto.

O Vitória vai ainda pagar cerca de dez mil euros por causa do uso de engenhos piroctécnicos.

Também o FC Porto foi multado em virtude de eventos ocorridos nesse encontro, tendo de pagar cerca de nove mil euros: três mil fruto do uso de piroctenia por parte dos seus adeptos e mais seis mil devido ao arremesso de diferentes objetos e insultos na direção dos adeptos adversários insultos.

O jogador maliano, recorde-se, recusou-se a permanecer em campo, ao minuto 71 do jogo, após ter sido alvo de cânticos racistas por parte dos adeptos da formação vimaranense, numa altura em que os ‘dragões’ venciam por 2-1, resultado com que terminou o encontro.

Depois de pedir a substituição, Marega, que já alinhou no emblema minhoto e tinha marcado o segundo golo dos ‘azuis e brancos’, dirigiu-se para as bancadas do recinto vimaranense, com os polegares a apontarem para baixo, situação que originou uma interrupção do jogo durante cerca de cinco minutos.

Vários jogadores do FC Porto e do Vitória de Guimarães tentaram demovê-lo, mas Marega mostrou-se irredutível na decisão de abandonar o jogo, tendo acabado por ser substituído por Manafá.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.