Luís Filipe Vieira anunciou, esta quarta-feira, a recandidatura à presidência do Benfica, deixando a garantia de que este será o seu último mandato. Mas, essa garantia, não convence toda a gente. Bruno Costa Carvalho, também candidato à presidência dos encarnados, não acredita nas palavras de Vieira.

"Diz ter a 4ª classe e que não fala inglês, apelando assim às bases do Benfica. O que nos importa ao fim de 17 anos se fala ou não inglês? É apenas uma manobra para mostrar que é um homem do povo igual a qualquer Benfiquista quando andava, na realidade, de braço dado com Ricardo Salgado como o próprio admite. Do povo Vieira não tem nada, mas quer parecer que continua a ter", começa por apontar, numa publicação das redes sociais.

"Mas o toque de génio, o verdadeiro golpe de asa, esteve em anunciar que será a última candidatura. Se ganhar (veremos...), será o seu último mandato. Isto é de uma inteligência sublime. Em dificuldades vai buscar muitos dos indecisos que podem dar mais uma oportunidade "ao homem". Afinal será o seu último mandato... Claro que se ganhasse, daqui a 4 anos não lhe faltariam motivos para desdizer isto. Ou porque estaria a meio de qualquer coisa ou porque não quereria entregar o clube a nenhum abutre ou oportunista. Claro que não se pode minimamente confiar que este seria o seu último mandato", acrescenta Bruno Costa Carvalho.

Eleições do Benfica com voto eletrónico suportado também em papel
Eleições do Benfica com voto eletrónico suportado também em papel
Ver artigo

Por fim, o candidato à presidência do Benfica diz não entender "porque é que Vieira quer mais um mandato. Está lá há 17 anos no Benfica. É o Presidente com o mandato mais longo de sempre. Foi abandonado pelas duas únicas pessoas em que confia: Domingos Soares Oliveira e Nuno Gaioso. Para além disso, já viu sair os Presidentes da Mesa da Assembleia Geral da SAD e do Clube. Já viu sair José Eduardo Moniz e João Costa Quinta. Vieira é um homem isolado sem ninguém da estrutura em que verdadeiramente confie que se mantenha a seu lado. Este seria claramente o momento de saída de Vieira pelo seu pé."

De notar que as eleições do Benfica ainda não têm data marcada, mas deverão acontecer "entre 24 e 31 de outubro", de acordo com os estatutos do clube.

 Além do atual presidente 'encarnado' e do já anunciado candidato João Noronha Lopes, também Bruno Costa Carvalho e Rui Gomes da Silva já manifestaram a intenção de se candidatarem.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.