O Benfica recebe este domingo, a partir das 20h00, o Paços de Ferreira, em partida da 9.ª jornada da I Liga. No terceiro lugar da tabela classificativa à entrada para esta ronda, em igualdade pontual com o segundo classificado, o Sp.Braga, as 'águias' vão tentar confirmar que a série de maus resultados que atravessaram em novembro (mês no qual somaram dois empates e duas derrotas em seis jogos), já faz parte do passado e procurar somar a terceira vitória consecutiva no conjunto de todas as competições, depois das vitórias ante Marítimo (para a I Liga) e Lech Poznan (para a Liga Europa).

O adversário, pelo menos a olhar para o histórico de embates entre as duas equipas no Estádio da Luz, parece ser o ideal para os 'encarnados' confirmarem essa retoma de bons resultados. É que o Paços de Ferreira, atual quinto classificado, só por duas vezes não saiu derrotado do 'ninho das águias'.

Histórico de confrontos: Única vitória do Paços na Luz data de 2001

Benfica e Paços de Ferreira já mediram forças no Estádio da Luz em 25 ocasiões, sendo a vantagem clara a favor do conjunto encarnado: 23V, 1E, 1D. Essa única derrota do Benfica em receções ao Paços data da temporada de 2000/01 (a tal em que a turma da Luz terminou no 6.º lugar, a sua prior classificação de sempre).

Então orientadas por Toni, as 'águias' viram-se batidas por 3-2 por um Paços treinado por José Mota, num jogo em que chegaram a estar a perder por 2-0. Rafael (que depois viria a jogar no FC Porto) e Leonardo marcaram para os 'castores', antes de Carlitos reduzir para o Benfica. Rafael bisou e recolocou a vantagem dos forasteiros em dois golos de diferença, de nada valendo um golo do brasileiro Roger a meio do segundo tempo.

A outra única ocasião em que o Paços não perdeu na Luz foi em 2012/13, quando orientado por Paulo Fonseca logrou um empate 1-1 na segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, depois de ter já perdido por 2-0 na primeira mão, na Capital  do Móvel, frente ao Benfica de Jorge Jesus.

Quer isto dizer que para a I Liga apenas uma vez (na tal vitória por 3-2 em 2001) o Paços conseguiu evitar a derrota no terreno do Benfica e que as 'águias' ganharam sempre nas últimas 17 receções aos 'castores' para o campeonato, com destaque para um triunfo por 7-0 em 2002/03. Na temporada passada também houve goleada, por 5-0, com Nuno Tavares, Pizzi (por duas vezes), Haris Seferović e Carlos Vinícius a marcarem para as 'águias'.

Momento de forma: Paços em série de seis jogos sem perder

Porém, esquecendo o histórico de embates e olhando para o momento de forma das equipas, talvez o Benfica não venha a ter vida tão fácil quanto isso. É que o Paços de Ferreira atravessa uma excelente série de resultados. Não perde há mais de dois meses, desde 2 de outubro, e está mesmo a realizar o seu melhor arranque de sempre à 8.ª jornada.

Nos seis jogos que jogou desde então, o conjunto orientado por Pepa somou cinco vitórias (quatro delas nos últimos quatro jogos) e um empate. Além disso, não sofreu qualquer golo nos últimos três jogos que disputou e tem até menos golos sofridos na I Liga do que o Benfica (8, contra 10 das águias).

Já o Benfica, ganhou os dois últimos jogos e três dos últimos quatro (com um empate em Glasgow, frente ao Rangers, pelo meio), mas antes esteve três jogos seguidos sem ganhar (1E, 2D). E se a defesa do Benfica até leva mais golos sofridos do que a do Paços, a nível de ataque o poderio ofensivo da turma de Jorge Jesus tem sido evidente: apenas num dos 15 jogos oficiais que já disputou esta temporada (na derrota por 3-0 no Bessa) o Benfica ficou 'em branco'.

O que dizem os treinadores

Jorge Jesus, treinador do Benfica: "O Paços de Ferreira está a fazer um bom campeonato, está na 5.ª posição. É uma equipa que até tem menos golos sofridos que o Benfica (...). Tem um jogo positivo, as equipas que tem ideias positivas normalmente ganham mais jogos. Vai ser um jogo difícil contra um rival que está moralizado. Nós sabendo o nosso valor, queremos estar a um nível mais alto que o Paços para alcançar o seu objetivo que é a vitória e os três pontos".

Pepa, treinador do Paços de Ferreira: "É impossível outro tipo de pensamento. É possível [jogar olhos nos olhos] e vai acontecer, independentemente de recuarmos mais ou menos. (...) Estamos numa fase muito boa, vamos preparados para marcar e tentar ser melhores nos 90 minutos".

O árbitro

Manuel Oliveira, árbitro da AF Porto, foi o eleito pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol para apitar o encontro. O juiz do encontro vai ter Pedro Ricardo Ribeiro e Tiago Leandro como assistentes e Pedro Campos no papel de quarto árbitro. O videoárbitro (VAR) será Bruno Esteves e o assistente (AVAR) Venâncio Tomé.

Benfica e Paços de Ferreira vão entrar em campo a partir das 20h00 deste domingo. Pode acompanhar aqui, AO MINUTO, todas as incidências do encontro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.