O veterano central luso-brasileiro Pepe, de 37 anos, sagrou-se campeão português de futebol pela terceira vez, sendo o mais titulado dos 28 jogadores utilizados pelo FC Porto na I Liga 2019/20.

O internacional português regressou a meio da temporada passada aos 'dragões', após 10 épocas no Real Madrid e uma e meia no Besiktas, e repetiu os sucessos de 2005/2006 e 2006/2007, na sua primeira passagem pelos ‘dragões’ (2004/07).

Além dos três campeonatos, Pepe, que chegou ao Dragão proveniente do Marítimo, conquistou ao serviço do FC Porto uma Taça de Portugal, em 2005/06, e uma Supertaça, em 2006/07, ambas arrebatadas em jogos decisivos com o Vitória de Setúbal.

O central nascido em 26 de fevereiro de 1983, em Maceió, esteve igualmente nos dois títulos conquistados por Portugal, o campeonato da Europa de 2016 e a Liga das Nações de 2019.

Pelo Real Madrid (2007/2017), ‘encheu-se’ também de títulos, arrebatando três edições da Liga dos Campeões, um Mundial de clubes, uma Supertaça Europeia, três campeonatos espanhóis, duas edições da Taça do Rei e duas da Supertaça espanhola.

O sexto jogador com mais internacionalizações pela principal seleção lusa (108), apenas atrás de Cristiano Ronaldo, Figo, João Moutinho, Nani e Fernando Couto, ainda pode arrebatar em 2019/20 nova Taça de Portugal, na final de sábado com o Benfica.

Em relação aos outros elementos do plantel, nove jogadores chegaram ao segundo título, repetindo 2017/18, nomeadamente o regressado Marcano e ainda Alex Telles, Danilo, Sérgio Oliveira, Otávio, Corona, Marega, Soares e Aboubakar.

A maioria (18 jogadores) arrebatou o primeiro título, embora alguns já tivessem sido campeões em outros países, casos de Marchesín (México), Mbemba (Bélgica), Uribe (México e Colômbia), Luis Díaz (Colômbia) e Zé Luís (Rússia).

A época 2019/20 também ‘coroou’ pela primeira vez oito campeões da UEFA Youth League de 2018/19, nomeadamente Diogo Costa, Tomás Esteves, Diogo Leite, Romário Baró, Vítor Ferreira, João Mário, Fábio Vieira e Fábio Silva.

Manafá, Loum, o ‘desaparecido’ reforço de ‘luxo’ Nakajima, Bruno Costa, que se transferiu para o Portimonense em janeiro, e o terceiro guarda-redes, o senegalês Mbaye, são os outros novos campeões nacionais.

- Os títulos nacionais dos 28 campeões de 2019/20:

3: Pepe.

2: Marcano, Alex Telles, Danilo, Sérgio Oliveira, Otávio, Corona, Marega, Soares e Aboubakar.

1: Marchesín, Diogo Costa, Mbaye, Manafá, Tomás Esteves, Mbemba, Diogo Leite, Loum, Bruno Costa, Uribe, Romário Baró, Vítor Ferreira, João Mário, Nakajima, Fábio Vieira, Luis Díaz, Zé Luís e Fábio Silva.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.