Benfica e Rio Ave são os clubes que apresentam o melhor balanço de reviravoltas na edição 2019/20 da I Liga de futebol, com quatro conseguidas e uma consentida, ficando o ‘título’ para as ‘águias’ pelo confronto direto.

Em Vila do Conde, à 27.ª ronda, os comandados de Carlos Carvalhal marcaram primeiro, aos 26 minutos, por Taremi, mas, primeiro face a 10 e depois a nove, o Benfica deu a volta, com tentos de Seferovic e Weigl, este aos 87 minutos.

Além desta reviravolta, a formação comandada por Bruno Lage selou mais três na primeira volta, de 0-1 para 2-1, na deslocação aos redutos do Moreirense (sexta jornada) e Santa Clara (11.ª) e na receção ao Desportivo das Aves (16.ª).

Rafa, aos 85 minutos, e Seferovic, já nos descontos, aos 90+1, selaram o triunfo em Moreira de Cónegos, Vinícius, aos 54 minutos, e Pizzi, aos 78, nos Açores, e o mesmo Pizzi, aos 76, de penálti, e André Almeida, aos 89, perante o lanterna-vermelha.

A única vez que o Benfica venceu um jogo que chegou a liderar aconteceu à 28.ª ronda, na receção ao Santa Clara, curiosamente num encontro em que chegou a virar de 0-1 e 1-2 para 3-2, com um golo de Rafa e dois, de ‘rajada’, de Vinícius.

Na parte final, os açorianos lograram, porém, chegar ao triunfo, com uma grande penalidade de Cryzan, aos 82 minutos, e um tento de Zé Manuel, aos 90+5.

Quanto ao Rio Ave, apenas cedeu face ao Benfica, dando, pelo contrário, a volta ao Sporting (1-2 para 3-2 em Alvalade), graças a três penáltis, à quarta ronda, ao Vitória de Setúbal (0-1 para 2-1, no Bonfim), à 28.ª, e ao Portimonense (0-1 para 2-1), à 31.ª.

Os vila-condenses também protagonizaram uma das duas reviravoltas por dois golos, ao vencerem na receção ao Sporting de Braga por 4-3, depois de estarem a perder por 2-0, à 29.ª jornada, com Taremi a decidir de penálti, aos 90+6 minutos.

A outro foi conseguida na ronda seguinte, pelo Paços de Ferreira, vencedor por 3-2 no Bonfim, graças a tentos na segunda parte dos brasileiros Douglas Tanque, Maracás e Denilson.

O conjunto da Capital do Móvel teve balanço positivo, com três conseguidas e duas consentidas, o mesmo registo do Sporting de Braga. Famalicão e Marítimo (ambos com 2-0) e FC Porto e Santa Clara (os dois com 2-1) também fecharam no ‘verde’.

O Sporting foi a única equipa com registo ‘nulo’, enquanto as restantes ficaram no ‘negativo’, com o Desportivo das Aves também neste particular em último, ao acabar derrotado em quatro encontros em que chegou a liderar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.