Corria o primeiro dia de Dezembro de 1983 quando, no Estádio de Pina Manique, Casa Pia e Benfica disputaram o seu último jogo oficial. O encontro dizia respeito à terceira eliminatória da Taça de Portugal da época 1983/84 e aí as águias levaram a melhor com um triunfo por esclarecedores 1-6.

Todavia, se nos quisermos apenas remeter ao campeonato nacional, teremos de recuar quase 83 anos até ao dia 15 de Outubro de 1939. No Campo do Restelo, o Benfica bateu o Casa Pia por 0-4 em partida do então denominado Campeonato de Lisboa, que viria a ser conquistado pelos encarnados, enquanto que os casapianos ficaram no sexto e último lugar.

Tantos anos depois, 'gansos' e 'águias' voltam a medir forças, desta vez a partida será realizada em Leiria, bem mais longe de Pina Manique, facto que acaba por retirar algum do peso nostálgico do reencontro destes dois emblemas históricos do futebol português mas não a sua importância no que ao presente diz respeito.

Momentos de forma: Gansos e águias com motivação nas nuvens

Casa Pia e Benfica chegam à segunda jornada da Liga com resultados diferentes mas com a moral igualmente alta. Os casapianos marcaram o seu regresso ao primeiro escalão com um importante empate a zero em casa do Santa Clara, num jogo do qual até poderiam ter tirado os três pontos.

Já o Benfica leva já três jogos oficiais e só sabe ganhar. Os comandados de Roger Schmidt eliminaram o Midtjylland na passada terça-feira com um total de 7-2, na soma dos dois jogos; pelo meio, os encarnados receberam e bateram de forma clara o Arouca por 4-0 na primeira ronda da Liga. No total, em três jogos, as águias levam 11 golos marcados e apenas dois sofridos, dando já sinais da mudança no futebol encarnado sob a batuta de Roger Schmidt.

Histórico de encontros: Em terra de gansos a águia é quem reina

O Benfica contabiliza vinte visitas ao Casa Pia, sendo 18 das mesmas para os vários campeonatos disputados ao longo da história. Desses encontros, os encarnados somam dez triunfos, contra apenas dois dos casapianos, sobrando ainda seis empates.

Dessas dez vitórias, a mais volumosa ocorreu precisamente no último embate dos dois emblemas lisboetas para o campeonato; vitória do Benfica por 0-4, com golos de Francisco Ferreira, Espírito Santo e dois de Francisco Rodrigues.

Já o maior triunfo caseiro do Casa Pia deu-se a 13 de Março de 1921, e cifrou-se nos 2-0, numa partida referente ao Grupo A do Campeonato de Lisboa, época 1920/21.

O que dizem os treinadores

Filipe Martins, treinador do Casa Pia:

"Estamos preparados para sofrer, pois sabemos que não vamos ter muito tempo a bola, mas estou confiante que podemos disputar o jogo. Temos de ser quase perfeitos contra o Benfica, que é uma equipa com já alguns jogos nas pernas e está num momento positivo, apenas com vitórias. A mudança de treinador ajuda também a esta 'euforia', mas amanhã é um jogo de futebol onde estarão em campo 11 contra 11 e nós temos as nossas possibilidades".

"Temos de ser iguais a nós próprios, com a nossa identidade em querer pressionar onde temos de fazê-lo e sermos compactos quando não tivermos a bola. As bolas paradas também podem ter um impacto importante na partida, pois será o momento em que teremos mais gente, teoricamente, na área contrária e temos de aproveitar esses momentos para marcar a diferença".

Roger Schmidt, treinador do Benfica:

A conferência de imprensa de antevisão da partida foi cancelada por respeito à memória de Fernando Chalana.

O árbitro

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou Tiago Martins para dirigir o Casa Pia x Benfica. O juiz de Lisboa será auxiliado por André Campos e Hugo Ribeiro. No VAR estará António Nobre, que terá como assistente Pedro Ribeiro. O quarto árbitro será Flávio Lima.

Será o 17º vez que Tiago Martins apita um jogo do Benfica; os encarnados ganharam 15 e apenas perderam por uma ocasião.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.