José Mourinho está a gerar uma onda de revolta depois de ter sido apanhado a dar um treino ao ar livre, num parque em Londres, com os jogadores Davinson Sanchez, Ndombele e Ryan Sessegnon.

O treinador português já veio a público admitir que errou, mas continua a ser alvo de críticas pelo seu comportamento, a mais recente do presidente da câmara de Londres, Sadiq Khan.

"Muitos olham para as pessoas do futebol como modelos e ver uma medida tão crucial como esta - 'fiquem em casa' - ser contornada é 'um murro no estômago", começou por dizer o autarca.

"É vital que todos façam a sua parte e sigam os conselhos, de modo a podermos apoiar os nossos heróis do serviço nacional de saúde e salvar vidas. As pessoas, particularmente as crianças, que apoiam o Tottenham ou seguem o futebol veem estas imagens e dizem 'ah, se eles podem, eu também posso'", sublinhou Sadiq Khan.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.