O Tottenham, treinado pelo português José Mourinho, colocou hoje fim a uma série de sete jogos sem vitórias, ao bater em casa o West Ham por 2-0, em jogo da 31.ª jornada da Liga inglesa de futebol.

O ‘hiato' de triunfos dos ‘spurs' chegou ao fim num dérbi londrino decidido por um autogolo do checo Tomas Soucek, aos 64 minutos, e um golo do ‘inevitável' Harry Kane, aos 82, já depois de o sul-coreano Son ter visto ser-lhe anulado um tento na primeira parte, por fora de jogo.

Os portugueses Gedson Fernandes, do lado do Tottenham, e Xande Silva, no West Ham, fizeram parte das escolhas dos dois técnicos, mas acabaram por não sair do banco de suplentes.

Após sete encontros oficiais sem vencer (quatro na Premier League, dois na Liga dos Campeões e um na Taça de Inglaterra), o Tottenham voltou aos triunfos e mantém-se na perseguição ao Wolverhampton e ao Manchester United, os principais opositores na luta por uma vaga nas competições europeias da próxima temporada.

Já o West Ham segue em zona ‘aflitiva', arriscando-se mesmo a cair para os lugares de despromoção nesta jornada.

No jogo que abriu a 31.ª ronda, o Leicester voltou a ceder pontos, não saindo de um nulo (0-0) na receção ao Brighton. Os visitantes dispuseram mesmo de uma soberana situação para marcar no primeiro tempo, só que Kasper Schmeichel opôs-se com eficácia à grande penalidade apontada por Neal Maupay.

Os ‘foxes', que continuam sem contar com o internacional português Ricardo Pereira, a recuperar da grave lesão no joelho, mantêm-se no terceiro posto, mas podem ver o Chelsea, quarto colocado, aproximar-se na classificação, caso os ‘blues' vençam o Manchester City na quinta-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.