Na passada semana vários órgãos de comunicação deram conta da notícia de que as nogociações entre Messi e o Barcelona para a renovação do contrato do internacional argentino estavam paradas. Por essa altura, especulou-se que um dos destinos do jogador poderia passar por Manchester, e pelo City, onde reencontraria o treinador Josep Guardiola.

Esta terça-feira, porém, o técnico espanhol deu uma resposta clara sobre essa questão, na antevisão do encontro de quarta-feira com o Newcastle, para a Premier League inglesa.

Guardiola começou por dizer que só falaria do mercado depois do fim da época, mas abriu uma exceção para se referir a Messi. "Como já referi várias vezes, sobre o mercado de transferências apenas falarei no final da temporada e para já não direi nada. Mas o meu desejo é que Messi siga no Barcelona", referiu o treinador dos 'cityzens'.

O técnico preferiu também não se alongar muito sobre a questão da decisão que se aguarda do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) sobre o futuro do City nas próximas edições da Liga dos Campeões e as consequências que tal poderá ter no plantel à sua disposição nos próximos tempos. "A 10 de julho terá lugar o sorteio dos quartos de final e a 13 ficaremos a saber o veredito do TAS. Só depois darei a minha opinião. Vamos aguardar pela resolução, mas a preparação do que falta jogar nesta temporada em nada mudará. Sinto que temos algo muito bonito pela frente", sublinhou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.