O Arsenal foi hoje a Luton vencer por 4-3, na 15.ª jornada da Liga inglesa de futebol, com o golo da vitória aos 90+7 minutos, consolidando a liderança e colocando pressão sobre Liverpool e Manchester City.

Não se esperava que o Luton desse tanta réplica ao Arsenal, mas a equipa recém promovida ao principal escalão inglês acabou por ‘morrer na praia’ com alguma dose de injustiça pelo grande jogo que fez e pelas dificuldades que colocou ao líder da Premier League.

O avançado brasileiro Gabriel Martinelli abriu o marcador, aos 20 minutos, mas, cinco minutos depois, o Luton empatou por Gabriel Osho, na sequência de um pontapé de canto. O Arsenal reagiu e Gabriel Jesus empatou à beira do intervalo, aos 45.

Na segunda parte, quando se pensava que o Arsenal pudesse aplicar o ‘xeque-mate’ no seu opositor, foi o Luton a sinalizar que iria vender cara a derrota com o golo do avançado Elijah Adebayo, aos 49, e a equipa da casa chegou mesmo a dar a volta ao resultado à passagem do minuto 57, pelo médio Ross Barkley.

A vantagem durou apenas três minutos, altura em que o alemão Kai Havertz fez o 3-3, tendo o Arsenal pressionado fortemente na fase final da partida, chegando ao golo já aos 90+7, com Declan Rice a cabecear para o fundo das redes um cruzamento do médio norueguês Martin Odegaard.

O internacional português Cédric Soares não chegou a sair do banco do Arsenal, enquanto o seu compatriota e colega de equipa Fábio Vieira não foi convocado por se encontrar lesionado.

Na outra partida de hoje da 15.ª jornada, o Wolverhampton venceu na receção ao Burnley 1-0, graças ao golo do sul-coreano Hwang Hee-Chan, após assistência do brasileiro Matheus Cunha.

Pelos ‘Wolves’ jogaram dois internacionais portugueses, Nelson Semedo e Toti, enquanto o avançado Fábio Silva não chegou a sair do banco, ficando de fora lesionados o guarda-redes José Sá e o ala Pedro Neto.

O Arsenal lidera com 36 pontos (15 jogos), mais dois do que o Liverpool, segundo, enquanto os ‘Wolves’ estão no 10.º lugar, com 18 (15).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.