Milhares de adeptos do Arsenal iniciaram uma campanha para renomear o estádio da equipa londrina em homenagem ao treinador francês Arsène Wenger, que vai deixar o clube em junho após 22 anos no banco.

O pedido, publicado no site Change.org e que sugere que o Emirates Stadium passe a chamar-se Arsène Wenger Stadium, reuniu quase 3 mil assinaturas em menos de 24 horas e já conta com o apoio de vários jogadores históricos do clube, como Paul Merson e Alan Smith.

"Deviam tirar a parte da Emirates e chamar Arsène Wenger Stadium. Não precisam do dinheiro", disse Paul Merson, jogador dos 'Gunners' entre 1985 e 1997. "Este é o seu estádio, ele construiu-o. O seu nome merece estar lá, inclusive se o chamarem de Emirates Arsène Wenger Stadium", acrescentou.

"Renomear o estádio seria uma grande homenagem. Hoje em dia os clubes procuram os milhões do patrocínio, mas acredito que seria fabuloso", afirmou Alan Smith.

Nos seus 22 anos no clube, o treinador francês - que chegou ao então estádio de Higbury em 1996 -, levantou três títulos do Campeonato Inglês, sete Taça da Inglaterra (FA Cup) e sete Supertaças da Inglaterra.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.