Pode ser o fim da linha para o Arsenal e para Arsène Wenger. De acordo com a imprensa britânica, o clube londrino ainda não tomou a decisão se quer ou não renovar com o técnico francês.

O 'gunners' podem aproveitar o fim de ciclo de Wenger para fazer uma autêntica revolução no plantel. São 12 os jogadores que acabam contrato nesta temporada e na seguinte. Ou seja, meio plantel pode ir-se embora à borla a partir de 30 de junho de 2018.

Os primeiros a acabar contrato são Santi Cazorla e Yaya Sanogo, que acabam contrato já em junho. Em 2018, são 10 os jogadores que podem deixar o clube londrino a custo zero. Nessa dezena de jogadores inclue-se dois pilares: Alexis Sánchez e Mezut Ozil.

De acordo com o jornal espanhol Mundo Desportivo, o chileno quer regressar à Série A, enquanto que o médio alemão disse recentemente que se "sente confortável" em Inglaterra.

Para além destes jogadores, podem sair na próxima temporada Ramsey, Oxlade-Chamberlain, Gibbs, Mertesacker, Jenkinson, Jack Wilshere, Wojciech Szczesny e Joel Campbell.

O extremo costa-riquenho que se encontra cedido ao Sporting tem contrato com os gunners até junho de 2018.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.