André Villas-Boas é um dos nomes falados para assumir a seleção principal de Marrocos. A imprensa marroquina adianta que o português e 44 anos já está a negociar com a federação marroquina, para substituir Vahid Halilhodzic.

O franco-bósnio entrou em rota de colisão com a direção da federação marroquina devido a alguns atritos que teve com jogadores influentes. A imprensa marroquina fala em conflitos com Hakim Ziyech e Noussair Mazraoui.

O técnico voltou de férias mas já sabe que não irá ficar à frente dos magrebinos.

"Quando és treinador, está constantemente exposto a pressões que alguns acham difícil de suportar, mas estou pronto para qualquer coisa", disse Halilhodzic à imprensa francesa.

Na segunda-feira começaram a circular rumores que o franco-bósnio se tinha demitido, informação prontamente negada pela Real Federação Marroquina de Futebol, numa publicação no Twitter.

Marrocos está inserido no Grupo F do Mundial2022, juntamente com as seleções da Bélgica, Croácia e Canadá.

Assim, Portugal poderá ter três selecionadores na prova: Fernando Santos na Seleção Nacional, Paulo Bento na Coreia do Sul e André Villas-Boas por Marrocos.

André Villas-Boas já confessou várias vezes o desejo de dirigir uma seleção num Mundial de futebol. Se se confirmar a contratação, terá a oportunidade de comandar os Leões de Atlas no Qatar, em novembro e dezembro.

O treinador português de 44 anos tirou um ano sabático, após a sua passagem pelo Marselha. De recordar que o técnico já trabalhou com uma seleção, quando foi selecionador das Virgens Britânicas, no início da sua carreira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.