O selecionador italiano de futebol, Roberto Mancini, afirmou hoje que deseja continuar no cargo nos próximos anos, apesar de ter falhado a qualificação para o Mundial2022, com um surpreendente desaire caseiro com a Macedónia do Norte (1-0).

“Quero ficar. Ainda sou jovem. O meu objetivo era conquistar um Europeu e um Mundial. Um já está, o outro temos que adiar. Sinto que temos capacidade para isso”, afirmou Roberto Mancini, na conferência de antevisão do particular de terça-feira com a Turquia.

Apesar de ter falhado o apuramento para o próximo Campeonato do Mundo, que vai decorrer entre novembro e dezembro deste ano no Qatar, o técnico de 57 anos deverá mesmo renovar o seu contrato com a federação italiana, depois de ter recebido o apoio dos dirigentes, mas também dos adeptos.

“Falei com o presidente Gabriele Gravina nos últimos dias e acho que concordamos em tudo. Falaremos com calma sobre uma possível renovação nos próximos dias, mas primeiro temos que pensar no jogo da Turquia. Temos que começar de novo”, disse Mancini.

Sobre a eliminação na fase de apuramento para o Mundial2022, o antigo avançado admitiu que os atuais campeões europeus deviam ter vencido o seu grupo e nunca ter marcado presença no ‘play-off’.

“Não há desculpas. Aconteceu e infelizmente temos de aceitar. Devíamos ter vencido o nosso grupo com quatro pontos de vantagem sobre a Suíça. Não posso dizer que eles não mereciam vencer. Cometemos erros. Não faz sentido agora pensar no que aconteceu”, concluiu.

Pela primeira vez na história do futebol, a Itália vai falhar pela segunda vez seguida um Campeonato do Mundo, depois de já não ter estado presente em 2018, na Rússia.

Na quinta-feira, a 'squadra azzurra' perdeu por 1-0 na receção à Macedónia do Norte, com um golo de Aleksandar Trajkovski, aos 90+2 minutos, e falhou a passagem à final do caminho C do 'play-off' de qualificação para o Mundial2022.

Os macedónios vão agora decidir o apuramento para o Qatar2022 com Portugal, na terça-feira, no Estádio do Dragão, no Porto, depois de a equipa das 'quinas' ter batido a Turquia, por 3-1.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.