O presidente da FIFA, Gianni Infantino, reforçou hoje a ideia do Mundial de clubes de futebol passar a ser disputado por 24 equipas de todo o planeta, como forma de “estimular a competição entre clubes em todo o mundo”.

“Já decidimos que o novo Mundial de clubes terá 24 equipas de todos os continentes. Ainda temos de trabalhar no processo de qualificação e esse não é um desafio fácil, ainda mais numa altura em que está tudo congestionado por causa da pandemia. Se tivermos de esperar mais um ano, assim faremos”, afirmou Gianni Infantino.

Numa entrevista dada à agência France-Presse, em Doha, onde está a decorrer a atual edição da competição, o dirigente máximo da FIFA explicou que é “difícil” apontar uma nova data para a introdução do novo modelo, devido à “estado que a pandemia covid-19 deixou o futebol e o mundo”.

“Estamos a apostar na competição global. Queremos ter mais clubes de cada confederação no Mundial e pensamos que será uma forma de estimular o futebol de clubes por todo o mundo”, disse.

O formato com 24 equipas foi aprovado pelo Comité Executivo da FIFA em 2019 e estava programado para ser introduzido já este ano, com o torneio a realizar-se na China. Contudo, a pandemia da covid-19 acabou por obrigar ao seu adiamento.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.