A Fundação Motsepe, do presidente da Confederação Africana de Futebol (CAF), disponibilizou 10 milhões de dólares (9,4 milhões de euros) para o campeonato africano de futebol escolar, projeto lançado durante sua visita a Moçambique.

“O melhor investimento que podemos fazer para garantir que o futebol africano esteja entre os melhores do mundo é apoiar o futebol nas escolas”, disse Patrice Motsepe, durante cerimónia de lançamento oficial do campeonato, na terça-feira, em Maputo.

O projeto, ainda em fase piloto, é promovido pela CAF e deverá contar com a participação de 44 países africanos dos 54 que compõem o continente.

Para o primeiro-ministro moçambicano, que esteve no lançamento da iniciativa em Maputo, a iniciativa será uma oportunidade de “iniciação desportiva e identificação de talentos”, além de um espaço para a “troca de experiência”.

“Estamos certos de que o campeonato africano escolar irá constituir um verdadeiro momento de convívio, troca de experiência e de partilha da nossa rica e diversificada cultura, linguística entre os jovens de diferentes países do continente africano”, disse Adriano Maleiane.

O campeonato africano de futebol escolar terá três fases, nomeadamente a nacional, regional e continental.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.