Na antevisão ao clássico que coloca  Marselha e  PSG frente-a-frente, André Villas-Boas, treinador do Marselha, aborda a diferença que existe no histórico entre as duas equipas, que está claramente a favor dos parisienses.

"Quando olhamos para os últimos 10 anos, vemos que houve 23 jogos e 17 derrotas. Mas isso não significa que não vamos lá para jogar, porque temos mais a ganhar do que a perder e trata-se de um clássico. Mas durante 10 anos também houve uma diferença de um milhar de milhão de euros entre os dois clubes. É um jogo histórico, mas a realidade é que há uma diferença abismal entre as duas equipas", explicou.

Ainda assim, Villas-Boas não quer participar na festa do PSG, até porque, considera, a equipa não tem nada a perder.

"Não temos nada a perder. Se correr bem para nós, melhor. Se correr mal, temos de começar a pensar no jogo da Taça da Liga com o Mónaco e nas receções a Lille e Lyon. Esses sim são os nossos rivais diretos", concluiu. 

O Parque dos Príncipes recebe o clássico entre PSG e Marselha, no próximo domingo. O apito inicial está marcado para as 20 horas do próximo domingo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.