O Nice venceu hoje em casa nos descontos por 2-1 o Mónaco, para a 28.ª jornada, e ascendeu provisoriamente ao sexto lugar da Liga francesa de futebol, liderada pelo campeão Paris Saint-Germain.

O Mónaco, com o português Adrien Silva no banco e Gelson Martins ausente por castigo, chegou à vantagem por Ben Yedder (0-1), aos 32 minutos, mas o Nice deu a volta ao marcador com um bis do dinamarquês Kasper Dolberg, aos 59 e 90+3.

Com os três pontos conquistados, o Nice ascendeu do nono ao sexto lugar, com 41 pontos, os mesmos do Reims (quinto), mas soma mais um jogo do que Lyon e Montpellier, sétimo e oitavo, respetivamente, ambos com 40 pontos, que só jogam no domingo.

O Mónaco somou o terceiro jogo sem vencer (dois empates e uma derrota) e segue na nona posição, com os mesmos 40 pontos de Lyon e Montpellier.

O Reims venceu em casa por 1-0 o Brest, com um golo do maliano El Bilal Toure, aos 37 minutos, e ascendeu, embora que à condição, ao quinto lugar da tabela classificativa gaulesa, com 41 pontos, ultrapassando o Mónaco, que soma menos um.

O Brest, que somou o segundo desaire consecutivo e não vence há quatro jogos, segue no 14.º lugar, com 34 pontos, os mesmos do Metz (15.º), que venceu em casa por 2-1 o Nimes, que é o 18.º e antepenúltimo classificado, com 27 pontos.

Após cinco jogos sem vencer, o Dijon derrotou por 2-1 o lanterna-vermelha Toulouse, que somou a sexta derrota consecutiva, e somou três pontos preciosos na luta pela fuga aos lugares de despromoção.

Os marroquinos Hamza Mendyl, aos 40 minutos, e Nayef Aguered, aos 53, foram os marcadores dos golos do Dijon, enquanto Quentin Boisgard, aos 41, marcou para o Toulouse, que segue na última posição, com 13 pontos.

O Angers somou o terceiro triunfo consecutivo ao vencer em casa por 2-0 o Nantes, com golos de Antonin Bobichon, aos 48 minutos, e Romain Thomas, aos 53.

Com este triunfo o Angers ascendeu do 13.º ao 10.º posto, com 39 pontos, enquanto o Nantes, que somou a segunda derrota seguida, caiu do 11.º para o 12.º lugar, com 37 pontos, e pode domingo ser ultrapassado pelo Bordéus, do treinador português Paulo Sousa.

O Paris Saint-Germain, que viu adiado o seu jogo de hoje com o Estrasburgo, devido ao surto de Covid-19, lidera a liga gaulesa com 68 pontos, com 12 de vantagem sobre o Marselha, orientado pelo português André Villas-Boas, que empatou sexta-feira a 2-2 com o Amiens.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.