O jornal francês L'Équipe avança esta terça-feira que Neymar do Paris Saint-Germain e Álvaro González do Marselha correm o risco de não voltar a jogar em 2020.

Os dois jogadores desentenderam-se no PSG-Marselha, que a equipa de André Villas-Boas venceu, e podem ser punidos com até dez jogos de suspensão.

O astro brasileiro acusou Álvaro González, defesa do Marselha, de lhe ter dirigido insultos racistas. Mas, mais tarde, vieram a público imagens nas quais é possível perceber que também o avançado do PSG insultou o adversário com ofensas homofóbicas.

O regulamento da Liga Francesa refere no artigo 9 que "qualquer insulto por motivo de ideologia, raça, nacionalidade ou etnia" pode custar nove ou dez jogos de suspensão aos jogadores em causa.

A Liga francesa de futebol (LFP) abriu um inquérito para averiguar os alegados insultos que envolvem os dois jogadores e o veredicto deve ser conhecido dentro de semanas. Até lá, as duas equipas procuram trabalhar na defesa dos respetivos jogadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.