O treinador do Paris Saint-Germain, Mauricio Pochettino, avisou hoje que o futebolista argentino Lionel Messi, infetado com o coronavírus, tal como os colegas Juan Bernat, Sergio Rico e Nathan Bitumazala, só regressará a França quando testar negativo.

"Estamos há quase dois anos a lutar com este vírus e sabemos o que devemos fazer para não nos contagiarmos. Messi está em contacto com o nosso departamento médico. Quando o teste der negativo, voltará para França. Vamos ver em que condições chega e se pode jogar", afirmou o técnico, em conferência de imprensa, na véspera do confronto para a Taça de França no reduto do Vannes, do terceiro escalão.

Messi encontra-se na Argentina, para onde viajou para passar a época natalícia.

Os quatro jogadores do PSG estão a “respeitar atualmente isolamento e a seguir o protocolo de saúde adequado”, avançou o clube parisiense.

Depois do embate com o Vannes, o PSG - que tinha anunciado os quatro casos no sábado, sem nomear os jogadores - volta a jogar no próximo domingo (09 de janeiro), dia em que se desloca ao reduto do Lyon, em encontro da 20.ª jornada da Liga francesa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.