Os franceses do Bordéus anunciaram hoje terem exercido a cláusula de opção de compra pelo avançado internacional hondurenho Alberth Elis, que tinha sido emprestado pelo Boavista, da I Liga portuguesa de futebol, no verão de 2021.

O dianteiro, de 26 anos, contou nove golos nos 26 jogos disputados em 2021/22, sem ter evitado a despromoção ao escalão secundário dos ‘girondins’, que terminaram a I Liga gaulesa na 20.ª e última posição, com 31 pontos, cinco abaixo da zona de permanência.

Melhor marcador do Boavista em 2020/21, com oito tentos em 32 partidas, Alberth Elis assumiu-se como um dos jogadores com maior valorização no Bordéus, cujo prioritário é Gérard Lopez, que simultaneamente é acionista maioritário da SAD dos ‘axadrezados’.

De acordo com a imprensa local, o avançado natural de San Pedro Sula, que cumpriu apenas uma época no Bessa, rumou ao futebol francês com uma cláusula de compra na ordem dos seis milhões de euros, tornando-se a maior venda da história do Boavista.

Com 53 jogos e 12 golos pelas Honduras, Alberth Elis foi adquirido aos norte-americanos dos Houston Dynamo, após passagens pelos mexicanos do Monterrey e pelo Olimpia.

O Boavista terminou a edição 2021/22 do campeonato no 12.º lugar, com 38 pontos, 10 acima da zona de despromoção direta, logrando a oitava permanência consecutiva.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.