O Sporting esteve, esta quinta-feira, em destaque na quinta jornada da fase de grupos da Liga Europa, com uma goleada de 6-1 em Baku ao Qarabag, garantindo a passagem aos 16 avos de final da segunda competição da UEFA.

Para aquela fase da competição, em que também está o Benfica ('caído' da Liga dos Campeões), ainda poderá aceder o Olympiacos, treinado pelo português Pedro Martins, apesar da derrota em Sevilha com o Betis, por 1-0.

Os 'leões' justificaram com 'nota artística' o estatuto de segunda equipa mais forte do grupo E, com uma goleada histórica no Azerbaijão - a maior do grupo, até agora.

Destaque para o maliano Abdoulay Diaby e para Bruno Fernandes, que apontaram dois golos cada. Bas Dost, de grande penalidade, e Nani completaram a contabilidade do Sporting, especialmente goleador desde que o técnico Marcel Keizer se estreou - em dois jogos, 10 golos marcados.

O Sporting só cedeu no grupo para o Arsenal, e por muito pouco: 'nulo' em Londres e derrota tangencial em Alvalade, ante um adversário que hoje venceu em Kiev o Vorskla Poltava, por 3-0.

O Arsenal ganha o grupo, com os 13 pontos que já tem, e o Sporting será segundo, sem depender do que venha a acontecer na receção aos ucranianos. As outras duas equipas do grupo estão com três pontos.

O Olympiacos, treinado por Pedro Martins e com José Sá e Daniel Podence no 'onze', perdeu em Sevilha, com o Betis, de William Carvalho, pela margem mínima, mas ainda não está 'KO' no grupo F.

O caminho é doravante complicado e implica ganhar na última ronda ao Milan, por 2-0 ou mais.

Os milaneses golearam o Dudelange, por 5-2, e estão em segundo no grupo, com 10 pontos, a um do já apurado Betis. Em terceiro está a formação grega, com sete.

A outra equipa da cidade andaluza, o Sevilha, está no grupo J, totalmente em aberto depois dos resultados de hoje: o Krasnodar ganhou ao Akhisaspor por 2-1 e o Standard de Liege impôs-se ao líder do campeonato espanhol, por 2-1.

O grupo poderá fechar com um empate triplo com 12 pontos - só o Akhisaspor não tem 'chances'. Se assim for, seguirão em frente Sevilha e Krasnodar, que se enfrentam na derradeira ronda.

Em Liége, André Silva foi relativamente 'poupado' e só lançado no jogo para o último quarto de hora, ao contrário de Daniel Carriço, que foi titular. Pelo Standard, jogou Orlando Sá.

Também na corrida até à derradeira ronda está o PAOK, de Vieirinha, mau grado a goleada sofrida em Londres, 4-0 ante o todo-poderoso Chelsea.

A exemplo do grupo J, o L pode encerrar com empate triplo para o segundo lugar, para se decidir que acompanha o tranquilo Chelsea (cinco jogos, cinco vitórias). BATE, Vidi e PAOK são os clubes envolvidos, sendo que os gregos passam se ganharem ao BATE e o Vidi perder com o Chelsea.

O Leipzig, de Bruma, perdeu por 1-0 em Salzburgo, numa verdadeira 'cimeira Red Bull' e complicou o apuramento no grupo B.

Seguem em frente os austríacos, imparáveis com 15 pontos, e o RB Leipzig parte para a última ronda a três pontos do segundo lugar do Celtic, hoje vencedor por 1-0 no terreno do Rosenborg.

Tudo em aberto no grupo G, com dois pontos a separarem o primeiro do quarto. Em terceiro segue Rangers, que recebeu o Villarreal, para empatar 0-0 - Candeias, no ataque escocês, esteve em destaque pelas piores razões, já que foi expulso aos 44 minutos.

Nos restantes grupos, a jornada ditou o apuramento do Fenerbahçe (grupo D) e Dínamo Kiev (grupo K). Já estavam garantidos Leverkusen Zurique (grupo A), Dínamo Zagreb (grupo D), Lazio e Entracht Frankfurt (grupo H).

Também já nos 16 avos, mas por via da descida da Liga dos Campeões, estão Benfica, Club Brugge e Valência.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.