Resumo do Jogo

O FC Porto empatou ontem a um golona receção aos escoceses do Rangers, em jogo da terceira jornada do Grupo G da Liga Europa de futebol, e falhou a possibilidade de se juntar ao Young Boys na liderança.

O avançado colombiano Luis Díaz inaugurou o marcador para o vice-campeão português, aos 36 minutos, mas o Rangers restabeleceu a igualdade ainda antes do intervalo, aos 44, por intermédio do também colombiano Alfredo Morelos.

O FC Porto, que antes tinha vencido o Young Boys (2-1) e perdido com o Feyenoord (2-0), reparte o segundo lugar do grupo com o Rangers, ambos com quatro pontos, menos dois do que a equipa suíça, que hoje se impôs por 2-0 na receção aos holandeses, últimos classificados, com três pontos.

Primeira parte com os dois golos do jogo

O primeiro golo da partida foi apontado aos 36 minutos - antes Zé Luís tinha enviado uma bola ao poste - por Luis Díaz. A jogada começou num lançamento lateral de Alex Telles, o colombiano dominou fora da área e atirou uma bomba, longe do alcance de McGregor, num grande golo.

Antes do Rangers marcar, aos 44’, também a equipa escocesa tinha enviado uma bola aos ferros de Marchesín. O colombiano Morelos falhou à primeira mas não à segunda. Num bom cruzamento de Barisic, Morelos isolou-se e, na cara de Marchesín, atirou para o fundo das redes para fazer o empate.

Segundo tempo sem golos, com Marchesín a evitar o pior... e McGregror também

No segundo tempo, Barisic cruzou, novamente, para Morelos cabecear em excelente posição, mas Marchesín, com uma grande defesa, evitou o 2-1, numa altura em que o FC Porto não atravessava um bom momento, por isso Sérgio Conceição decidiu mexer na equipa. Otávio e Luis Díaz saíram para os lugares de Bruno Costa e Nakajima, passando assim a jogar em 4x3x3. Mais tarde, o técnico azul e branco fez entrar Tiquinho Soares para o lugar de Zé Luís.

Os dois últimos reforços do FC Porto estiveram muito perto de garantir o golo do triunfo, mas o guarda-redes McGregor negou por duas vezes nos últimos instantes da partida. Após bom cruzamento de Nakajima, Soares apareceu a cabecear e o guarda-redes do Rangers fez uma defesa por instinto, negando o golo ao brasileiro. Na recarga, o guardião voltou a brilhar, desta vez travando com o pé o remate de Matheus Uribe.

A figura do encontro: Corona

Corona esteve em dúvida para este desafio europeu, até porque não jogou no período das seleções por lesão, mas Sérgio Conceição decidiu que o mexicano estava apto, e de que forma. Jesus Corona respondeu com nota positiva neste regresso à titularidade, tendo sido insistente, consistente e decisivo em alguns momentos.

As contas do Grupo G

O FC Porto, que antes tinha vencido o Young Boys (2-1) e perdido com o Feyenoord (2-0), reparte o segundo lugar do grupo com o Rangers, ambos com quatro pontos, menos dois do que a equipa suíça, que hoje se impôs por 2-0 na receção aos holandeses, últimos classificados, com três pontos.

Reações à partida

Luis Díaz: "Só faltaram os três pontos”

Sérgio Conceição: "Era um jogo que queríamos muito ganhar"

Steven Gerrard: "É um grande ponto para nós"

Pepe: "Não conseguimos o resultado que queríamos"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.