Arsène Wenger afirmou que a arbitragem foi um dos principais culpados pela derrota por 5-1 que o Arsenal sofreu às mãos do Bayern Munique nos oitavos de final da Liga dos Campeões. No rescaldo da eliminação por um resultado agregado de 10-2, o técnico francês teceu duras críticas ao trabalho da equipa de arbitragem.

“Deixa-me muito zangado, muito frustrado e acho que, neste momento, estamos num período muito difícil. Acho que é totalmente inexplicável e escandaloso o que aconteceu com o árbitro assistente que deu o penálti e ainda por cima com cartão vermelho”.

A derrota pesada colocou o clube fora da competição e aumentou para três ‘desaires’ seguidos do Arsenal por 5-1 frente ao Bayern de Munique. Apesar do resultado, Wenger defendeu que a sua equipa fez um bom jogo e que conseguiu pressionar os ‘bávaros’.

“Acho que conseguimos colocar o Bayern debaixo de pressão e tivemos azar porque houve um penálti a 100% sobre o Walcott na primeira parte. Na segunda parte o árbitro matou o jogo. A partir dai foi muito difícil, mas acho que o árbitro influenciou a favor do Bayern esta noite”.

A equipa de Wenger acaba eliminada da Liga Milionária com nova chuva de fogo sobre Wenger. O treinador dos ‘gunners’ tem sido muito contestado e aumenta as notícias que dão conta da sua saída de Inglaterra.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.