O FC Porto falhou hoje a passagem aos ‘oitavos’ da Liga dos Campeões de futebol e foi relegado para a Liga Europa, ao perder com o Atlético de Madrid, enquanto o Sporting foi derrotado em Amesterdão.

Os ‘dragões’ partiam em vantagem pontual para o sexto e derradeiro jogo do grupo B, mas acabaram por ceder por 3-1 na receção aos ‘colchoneros’, que marcaram por intermédio de Antoine Griezmann, Angel Correa e Rodrigo de Paul, de nada valendo a grande penalidade convertida por Sérgio Oliveira, em tempo de compensação.

Desta forma, a formação madrilena garantiu o segundo posto, com sete pontos, e a respetiva qualificação para os oitavos de final, ultrapassando os portistas, que terminam na terceira posição, com cinco, e foram relegados para os 'play-off' de acesso aos oitavos de final da Liga Europa.

Já o AC Milan fechou o grupo no último lugar, com quatro pontos, e fica fora das competições europeias, depois de perder por 2-1 na receção ao líder e confortavelmente apurado Liverpool, que, assim, consumou o pleno de vitórias, com 18 pontos em seis jogos, graças a Mohamed Salah e Divock Origi, que deram a volta ao tento inaugural de Fikayo Tomori.

O Sporting, que na ronda anterior já tinha garantido o segundo posto do grupo C e a presença nos ‘oitavos’, foi a Amesterdão perder por 4-2 com o Ajax e terminou com metade do registo dos holandeses, que, tal como o Liverpool, tiveram 100% de aproveitamento na fase de grupos.

Sebastien Haller, melhor marcador da prova, com 10 golos, inaugurou o marcador, de grande penalidade, e tornou-se o segundo jogador da história da competição a ‘faturar’ em todos os encontros de uma fase de grupos, igualando o feito do português Cristiano Ronaldo, pelo Real Madrid, em 2017/18.

Antony, David Neres e Steven Berghuis dilataram a vantagem dos holandeses, sendo que, pelo meio, Nuno Santos e Tabata assinaram os tentos dos ‘leões’, que terminam com nove pontos, em igualdade com o Borussia Dortmund, terceiro classificado e já relegado para a Liga Europa.

Os germânicos não tiveram quaisquer contemplações na receção ao Besiktas, a única formação da competição sem qualquer ponto, e golearam por 5-0, com golos de Donyell Mallen, Marco Reus (dois) e Erling Haaland (dois), num encontro no qual o internacional luso Raphaël Guerreiro entrou no segundo tempo.

No Grupo D, o Real Madrid venceu por 2-0 o Inter Milão e assegurou o primeiro lugar, deixando os transalpinos no segundo posto. O 1.000.º golo dos ‘merengues’ na Taça dos Campeões Europeus/Liga dos Campeões chegou pelo pé esquerdo de Toni Kroos, antes de Marco Asensio fixar o resultado.

Sheriff e Shakhtar Donetsk empataram 1-1 no outro encontro do grupo, com os ucranianos a saírem das competições europeias sem qualquer triunfo alcançado na ‘Champions’.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.