FC Porto e AC Milan vão esta terça-feira medir forças pela primeira vez em 18 anos na tentativa de somarem a primeira vitória no Grupo B da presente edição da fase de grupos da Liga dos Campeões. Os vice-campeões portugueses, com um ponto somado ao fim de duas jornadas, recebem, no Estádio do Dragão, os vice-campeõs italianos, que ainda não pontuaram.

As duas equipas vêm de derrotas sofridas em casa na segunda jornada, tendo o FC Porto perdido por 5-1 com o Liverpool, líder do grupo, e o Milan por 2-1 ante o Atlético de Madrid.

Histórico de confrontos: Milan nunca perdeu em Portugal, mas FC Porto ganhou nas duas últimas receções a italianos

FC Porto e Milan já se enfrentaram nove vezes anteriormente, a última das quais na Supertaça Europeia de 2003, quando Andriy Shevchenko marcou o único golo do encontro no Stade Louis II, no Mónaco, oferecendo o troféu aos 'rossoneri'.

Essa foi a quarta vitória do Milan sobre o Porto, tendo as outras três ocorrido na fase de grupos da UEFA Champions League. No entanto, da última vez que os dois clubes se defrontaram nesta fase da competição, em 1996/97, o FC Porto somou um dos grandes resultados da sua história ao recuperar de duas desvantagens para vencer por 3-2 em San Siro, graças a um bis de Mário Jardel e um golo de Artur, com Marco Simone e George Weah a marcarem para os italianos. Dessa feita, no Estádio das Antas as duas equipas empataram, depois, na segunda volta, 1-1. Davids marcou para o Milan, Edmilson empatou para o FC Porto. Curiosamente, Sérgio Conceição, atual treinador dos 'dragões', alinhou nesses dois jogos. O FC Porto acabaria por seguir em frente, como vencedor do grupo, equanto o Milan ficaria em terceiro (atrás do Rosemborg), acabando eliminado.

Bom prenúncio para o FC Porto? Frente a equipas italianas, em casa, Conceição só sabe ganhar
Bom prenúncio para o FC Porto? Frente a equipas italianas, em casa, Conceição só sabe ganhar
Ver artigo

O outro sucesso do FC Porto ante o Milan aconteceu na primeira vez que os dois clubes mediram forças nas provas europeias, na primeira eliminatória da Taça dos Campeões de 1979/80. Duda marcou então para o FC Porto em San Siro, no encontro da segunda mão, o único golo dessa eliminatória. Quer isto dizer que Milan nunca perdeu nas visitas ao FC Porto, nas quais somou uma vitória e três empates, tendo sofrido apenas um golo.

Ao todo, os nove jogos já disputados entre FC Porto e Milan resultaram em quatro vitórias 'rossoneras', três empates e duas vitórias 'azuis e brancas'.

O FC Porto, pode ganhar alento no facto de apresentar um saldo positivo na receção a equipas italianas: em 16 jogos, venceu seis, empatou outros seis e só perdeu quatro. Levou a melhor nos dois últimos (frente a Juventus e AS Roma) e só perdeu um dos últimos dez. O Milan, contudo, nunca perdeu em Portugal em provas da UEFA (perdeu ante a CUF, em 1965, para a Taça das Cidades com Feiras, prova não promovida pela UEFA): uma vitória e sete em oito deslocações a solo luso.

Momento de forma: Porto e Milan ainda invictos a nível interno

Em 2021/22, FC Porto e AC Milan ainda não perderam a nível interno e as únicas derrotas que sofreram (uma o FC Porto, duas o AC Milan), foram precisamente nesta Liga dos Campeões.

O FC Porto é segundo classificado da Liga portuguesa (a par do Sporting e a um ponto do Benfica) depois de somar seis vitórias e dois empates nas oito jornadas já disputadas da prova, tendo marcado 18 golos e sofrido apenas cinco. O FC Porto não perde há 36 jogos na prova. No ensaio geral para esta receção ao Milan, os 'dragões' venceram fora na sexta-feira o Sintrense (do Campeonato de Portugal) na terceira eliminatória da Taça de Portugal, com Sérgio Oliveira e Evanilson a bisarem. Foi a segunda vez que os Dragões marcaram cinco golo nos seus cinco últimos jogos.

Quanto ao AC Milan, ocupa também o segundo lugar da Serie A Italiana, igualmente ao fim de oito jornadas, tendo somado 22 pontos em 24 possíveis nessas primeiras oito rondas, e está a dois pontos do líder Nápoles, que segue 100% vitorioso. Este é o melhor arranque de temporada do Milan desde 2003/04, época em que conquistou o 'scudetto'.

No fim-de-semana, o Milan bateu por 3-2 o Hellas Verona, num jogo em que chegou a estar a perder por 2-0. Olivier Giroud marcou pela terceira vez nos últimos quatro na Serie A, com Franck Kessié a estrear-se a marcar esta temporada para fazer o 2-2, antes de um autogolo decidir a contenda.

As equipas: FC Porto na máxima força, Milan com vários lesionados

Sérgio Conceição confirmou na antevisão ao encontro que Chancel Mbemba, que se lesionou recentemente ao serviço da sua seleção, está recuperado e poderá ser opção para os 'dragões' esta terça-feira. O FC Porto tem, assim, todos os jogadores do plantel disponíveis.

No Milan a história é outra. O treinador Stefano Pioli não poderá contar com Maignan, Plizzari, Florenzi e Rebic (lesionados), Theo Hernández e Brahim Díaz (infetados com COVID-19) e Franck Kessié (que cumprirá um jogo de suspensão). O técnico italiano convocou os guarda-redes Tatarusanu e Jungdal, os defesas Ballo-Touré, Calabria, Gabbia, Kalulu, Kjær, Romagnoli e Tomori, os médios Bakayoko, Bennacer, Krunic, Saelemaekers e Tonali e os avançados Giroud, Ibrahimovic, Rafael Leão e Daniel Maldini.

O que dizem os treinadores

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto

"É o jogo mais importante, porque é o próximo. Cada vez que nos aproximamos do final, mais importantes se tornam os jogos. Mas nada vai ficar decidido. Queremos fazer uma boa exibição e ganhar. Vejo um Milan muito forte. Na liga ainda não perdeu já jogou com a Juventus e com a Lázio. Esteve a ganhar ao Liverpool e ao Atlético. Também temos jogadores de altíssimo nível".

Stefano Pioli, treinador do AC Milan

"Enfrentamos um adversário sólido, bem organizado e compacto. Estão habituados a jogar na Liga dos Campeões, têm jogadores ofensivos de qualidade e é um jogo que apresenta as dificuldades de um desafio de alto nível. Aproveitámos a pausa para os estudar e preparámos uma estratégia que esperamos que valha a pena. Os dois confrontos diretos com eles serão decisivos para o resultado final"

O árbitro: alemão apita encontro

A UEFA nomeou um dos seus mais árbitros mais conceituados para dirigir o encontro: nada mais, nada menos do que o alemão Felix Brych. Mark Borsch e Stefan Lupp serão os árbitros assistentes e Daniel Schlager o quarto árbitro. No VAR estará Marco Fritz, Chris Kavanagh será o assistente do VAR.

Será o sétimo encontro que Brych irá dirigir do FC Porto, tendo os 'dragões' levado a melhor em quatro dos seis anteriores, o mais recente ante o Olympiacos, por 2-0, na Liga dos Campeões da temporada passada. A única derrota do FC Porto num jogo dirigido pelo árbitro germânico foi, contudo, frente a uma equipa italiaa: desaire por 0-2 ante a Juventus, nos oitavos de final da Champions, em 2017.

Quanto ao Milan, já teve cinco jogos dirigidos por Felix Brych no passado: ganhou um, perdeu outro e empatou três.

FC Porto e AC Milan entram em campo esta terça-feira, a partir das 20h00, no Estádio do Dragão. Siga aqui, AO MINUTO, todas as incidências do encontro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.