O Real Madrid estará a estudar a possibilidade de contratar o médio-defensivo Eduardo Camavinga para substituir Casemiro, avança o jornal espanhol 'Marca' este domingo.

Natural de Cabinda, o atleta de 17 anos está vinculado ao Rennes até junho de 2022 e está blindado por uma cláusula de rescisão de 80 milhões de euros.

O internacional francês, com passaporte angolano, também já esteve na órbita do Barcelona, que desistiu da contratação devido ao valor que o Rennes exigia pelo seu passe, 50 milhões de euros.

Eduardo Camavinga tem estado em bom plano na sua equipa, fundamentalmente desde 2019, com destaque para o triunfo diante do Paris Saint-Germain, por 2-1, quando contava ainda com apenas 16 anos.

As suas exibições despertaram a atenção de alguns dos maiores clubes europeus, entre os quais Manchester City, Arsenal, Tottenham, Real Madrid e Barcelona.

Em agosto do ano passado, o jovem foi uma das apostas do selecionador de Angola, Pedro Gonçalves, no Mundial de Sub-17, decorrido no Brasil, o que não veio a concretizar-se, apesar de estar já cadastrado pela Federação Angolana de Futebol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.