O argentino Nico Pareja rescindiu hoje contrato com o Sevilha, depois de cinco temporadas no clube espanhol, a última das quais como capitão de equipa, pela qual disputou 120 jogos e conquistou por três vezes a Liga Europa.

Na conferência de imprensa de despedida, o defesa de 34 anos, colega dos portugueses André Silva e Daniel Carriço, agradeceu aos companheiros de equipa que o "ajudaram a tornar melhor pessoa e jogador", deixando também uma palavra de apreço aos adeptos pelo ambiente "único e irrepetível" do Estádio Ramón Sánchez Pizjuán.

"[Passaram] cinco anos desde que cheguei para fazer parte desta grande família, a maior da cidade, que me contagiou com o 'sevilhismo'. Nem nos meus maiores sonhos imaginei tudo o que passei aqui. [Jogamos] umas vezes melhor, outras pior, mas eu e os meus companheiros demos a alma por este escudo. E perante isso, não há título ou recorde que se possa comparar", afirmou, emocionado, junto aos cinco troféus europeus conquistados.

Depois de formar dupla no eixo defensivo com Daniel Carriço, o central argentino, também com nacionalidade italiana, 'recebeu' recentemente André Silva no balneário, por onde já passaram também os 'lusos' Diogo Figueiras e o guarda-redes Beto.

Esta temporada, o capitão disputou um jogo de qualificação para a Liga Europa, enquanto na época passada alinhou apenas por nove vezes, estando, segundo a imprensa internacional, de partida para a liga mexicana, onde deverá assinar pelo Atlas.

"Desejo os melhores êxitos aos meus companheiros e o melhor para o clube, não tenho dúvida que voltarei como mais um adepto, porque não nasci 'sevilhista', mas morrerei 'sevilhista'", concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.