Luka Modric comentou este sábado a decisão de Kylian Mbappé renovar com o PSG, o que inviabilizou a mudança para o Real Madrid. Numa uma extensa entrevista ao jornal croata Sportske, o experiente médio diz que o internacional francês terá de viver com a decisão que tomou.

"Mbappé decidiu o que decidiu, é um direito seu e agora terá de viver com a sua decisão. Todos pensávamos que ele vinha ter connosco, mas não aconteceu. Não vamos crucificá-lo, Mbappé é um grande jogador mas eu sempre disse, seja qual for o contexto, nenhum jogador é mais importante do que o clube. O Real Madrid é o maior [clube] e está acima de todos os jogadores, será sempre assim", assegurou o internacional croata.

Ainda assim, Modric não descarta que, um dia, Mbappé venha a jogar em Madrid.

"É possível que daqui a uns anos Mbappé venha. Segundo a lógica do futebol, que era válida até à pressão sociopolítica e aos interesses de Paris, Mbappé provavelmente irá seguir o seu desejo antigo de jogar pelo Real Madrid. Apesar de como as coisas estão agora, especialmente em relação aos adeptos que ficaram desiludidos, levando a que os laços [entre Mbappé e o Real] estejam danificados, as coisas podem voltar a acontecer", disse Modric.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.