Toni Kroos abordou várias questões delicadas, esta sexta-feira, em conversa com o presidente da Alemanha Frank-Walter Steinmer no Instagram.

O médio recordou um episódio com Ozil que depois resultou em vários insultos nas redes sociais

"Depois do Mundial-2018 disse o que pensava. Não gostei da forma como Ozil abandonou a seleção. Fui insultado nas redes sociais e chamara-me nazi por ter criticado o Mesut. Sou loiro, tenho olhos azuis e posso ser visto como a imagem perfeita para muitas pessoas. Tive que fazer uma introspeção para ultrapassar tudo", revelou.

Recorde-se que Ozil deixou a seleção em junho de 2018, deixando críticas ao presidente da Federação Alemã: "Sou alemão quando ganhamos, um imigrante quando perdemos", referiu na altura.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.