Depois de ver o Barcelona bater com dificuldade, após prolongamento, o Granada por 5-3 e passar às meias-finais da Taça do Rei, Ronald Koeman mostrou-se "muito orgulhoso" dos seus jogadores, mas fez questão de deixar um recado ao PSG, advesário dos catalães nos oitavos de final da Liga dos Campeões, por causa do assédio a Lionel Messi.

"É uma falta de respeito, sobretudo por estarmos perto do jogo da Liga dos Campeões. Não é justo nem correto falarem tanto do Messi quando temos uma eliminatória contra eles", referiu Koeman.

Estas palavas de Koeman surgem depois de Di María, jogador argentino do PSG, ter dado conta de que era grande a possibilidade de Messi rumar mesmo a Paris no final da temporada. "Jogar com Messi? Oxalá! Creio que há muitas possibilidades. Eu tenho de estar tranquilo e pensar em mim, espero continuar no PSG porque estou muito feliz aqui", afirmou o antigo jogador do Benfica no final do encontro do Paris Saint-Germain com o Nimes.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.