Os Comités da Defesa da República, inicialmente com o intuito de facilitar a realização de um referendo na Catalunha - pretendiam boicotar o clássico Barcelona-Real Madrid, agendado para o dia 26 de outubro, mas que acabou por ser adiado para 18 de dezembro, devido à situação tensa na região.

De acordo com a edição deste sábado do jornal 'El Mundo', o Comité queria impedir a chegada do Real Madrid ao hotel e ao estádio, assim como cortar a energia elétrica do recinto e boicotar a transmissão televisiva do clássico.

Recorde-se que os independentistas catalães protestam a favor da liberdade dos presos políticos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.