O Comité de Apelo da FIFA ‘chumbou’ o recurso apresentado pelo Atlético de Madrid em relação à suspensão de 10 semanas ao futebolista inglês Kieran Trippier, por desrespeitar as regras sobre apostas desportivas.

“O Comité de Apelo da FIFA nega provimento ao recurso apresentado pelo Atlético de Madrid, no caso do futebolista Kieran Trippier”, informou hoje a FIFA, explicando que a sanção tem abrangência mundial e não apenas em Inglaterra.

Entretanto, fontes do Atlético de Madrid disseram à agência EFE que o clube vai solicitar junto do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), “com caráter de urgência”, a suspensão cautelar do castigo da FA, após ver a FIFA negar provimento ao seu recurso.

O lateral do Atlético de Madrid foi punido em 21 de dezembro pela Federação inglesa com 10 semanas de suspensão de todas as atividades relacionadas com o futebol e multa de 70.000 libras (cerca de 77.500 euros), depois de ter fornecido informações privilegiadas.

O caso remonta a 2019, quando o internacional inglês manteve contacto com vários amigos num grupo no WhatsApp, dando conta da sua iminente transferência do Tottenham para o Atlético de Madrid, sendo que estes foram fazendo várias apostas ao longo desses dias.

A suspensão levou o lateral a perder já duas semanas de competição em dezembro, mas o Atlético de Madrid recorreu e a FIFA confirmou no início de janeiro que enquanto durasse o recurso, agora concluído, o jogador estava autorizado a competir.

*Artigo atualizado às 14h16, com reação do Atlético de Madrid

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.